Diário de viagem | Buenos Aires

Olá, noivinhas!!!! Como foram de finde?! Tudo bem?!

O meu foi bem relax organizando as coisas para voltar ao batente e à vida real. Há 15 dias estava na minha inesquecível viagem de andanças e comilanças por Buenos Aires. Pelas fotos que compartilhei no instagram e na fanpage, muitas noivinhas pediram que minha viagem virasse post. Bem… foram tantos programas e passeios que não daria num post apenas e como tenho várias outras dicas importantíssimas sobre BonossAires, como táxi, câmbio etc, alguns posts virão por aí.

Também reivindicaram post porque a terra do tango é um destino procuradíssimo para Lua de Mel. O que tem tudo a ver com o Noiva de Evasê, não é mesmo?!

Hoje vamos falar sobre o que fazer num domingo tipicamente porteño, mas também turístico.

Não conhecia Buenos Aires então nessa primeira viagem alguns programas bem turistões teria que fazer, mas também gosto de mesclar com programas de quem mora de fato na cidade.

No domingo o primeiro programa foi conciliar um bom restaurante e a feirinha de San Telmo.

A feirinha de San Telmo ocorre apenas aos domingos e é um passeio que mistura cultura, diversão e muitos personagens tipicamente argentinos.

Basicamente é uma feira de antiguidades com centenas de barraquinhas com badulaques variadíssimos, nas quais são vendidas peças de prata; cristal; gravuras; discos de vinil (muitos obviamente de tango); livros, mas há uma parte com roupas de couro: casacos; carteiras; bolsas; roupas de lã (apesar do calor imenso que fazia no dia) e também é possível comprar doces de leite caseiros e alfajor. Enfim, é um local riquíssimo, colorido e bastante fotogênico, se você se aventura a tirar fotos com certeza vai sentir seu coração bastante inspirado.

A feira de San Telmo fica Plaza Dorrego, San Telmo e funciona das 10h às 17h todos os domingos. É um local tão rico culturalmente e com tentações de compra, que daria um post inteiro tantas as fotos que tirei. Porém a dica é conciliar programas e no meio da feirinha de San Telmo fica a Brasserie Petanque. Um bistrô com cozinha francesa que conservou em sua decoração as características do antigo prédio. No domingo, no meio da muvuca da feira de antiguidades, é uma excelente opção para almoçar.

Você será recebido com Kyr (vinho branco com licor de cassis) e vai se divertir com o bom humor dos garçons. O cardápio é uma perdição. Recomendo o Entrecôte Café de Paris, uma boa taça de vinho e de sobremesa você tem a opção da degustação das sobremesas da casa ou de crème brûlée (o cardápio de sobremesa também é tentador). A minha escolhar foi o volcán de chocolate. Na foto da montagem abaixo que chamei de vulcano de chocolate. O nome está errado, mas garanto que o almoço foi divino, num ambiente agradabilíssimo e a sobremesa estava dos Deuses.

É um restaurante bastante procurado pelos argentinos e ainda não é tão difundindo entre os turistas brasileiros. No momento do almoço não havia outros além de nós.

Dica para conciliar os dois programas no domingo: faça reserva através do site da Brasserie Petanque, que fica na Defensa, 596, esquina com México.

Buenos Aires e Colonia Del Sacramento nov 2013
Buenos Aires e Colonia Del Sacramento nov 20131

Depois do almoço e de caminhar lentamente pela feirinha, fomos subindo a rua em direção a Plaza de Mayo, que fica no centro de Buenos Aires. Como era domingo havia manifestação nessa praça, que sempre foi o centro político da vida da cidade, e na História recente ficou conhecida pelos protestos das Mães da Praça de Maio, em que as mães exigiam notícias de seus filhos desaparecidos durante a ditadura militar na Argentina.

A Plaza de Mayo é cercada por prédios históricos e lá você encontrará a Catedral Metropolitana de Buenos Aires; o Cabildo Histórico; Banco Nación; Pirâmide de Mayo; Estátua Equestre de Manuel Belgrano e a Casa Rosada.

O nosso foco nesse dia era a visita guiada à Casa Rosada que ocorre todos os sábados, domingos e feriados, das 10:00h às 18:00h.

Os demais prédios deixamos para fotografar outro dia, pois a visita guiada demora cerca de 45min e ao final retornaríamos ao hotel e assim fizemos. Caso você tenha mais disposição é possível entrar na Catedral em que o Cardeal Arcebispo Jorge Mário Bergoglio, o Papa Francisco, celebrava missas quando ainda estava na Arquidiocese de Buenos Aires.

Como disse a visita à Casa Rosada é gratuita, a entrada é pela frente, você passa por um detector de metais e lá dentro são distribuídas fichas de maneira bastante informal, apenas para controle da quantidade do grupo daquele momento (cerca de 30). Havia muitos turistas, dentre eles brasileiros, peruanos, colombianos, chilenos e também alguns argentinos. Fala-se espanhol, mas a guia tenta um portunhol em razão da quantidade de brasileiros.

É um outro passeio muito rico culturalmente. Você é recepcionado por uma galeria com os patriotas latinoamericanos e será levado a conhecer a História da Argentina com salas sobre os pintores e escultores, ídolos populares e as mulheres daquele país. Há uma parte da visita em que não é permitido fotografar ou filmar, porque é o local que a presidente Cristina Kirchner trabalha.

Buenos Aires e Colonia Del Sacramento nov 20132
Buenos Aires e Colonia Del Sacramento nov 20133

Na imagem abaixo com vista da Plaza de Mayo de dentro da Casa Rosada você observa o protesto que estava ocorrendo e o Cabildo Histórico, a Pirâmide de Mayo e a Estátua Equestre de Manuel Belgrano.

plaza de mayo

Não deixe de curtir um domingo com essa programação em Buenos Aires. Foi bem legal!!!

peron&evita

As imagens nada profissionais são minhas mesmo 😉

Lua de Mel. Dicas de Santiago – Parte II

Esse post era pra ter saído simplesmente ainda em 2012, mas toda aquela correria de final de ano e…  Bem não tem muita desculpa, foi falta de organização dessa new blogger, que ainda pena pra conciliar vida/trabalho/estudo/blog.

Porém, estou aqui e depois das dicas gastronômicas (e etílicas) de Santiago, essas são algumas dicas de passeio naquela cidade linda e arredores.

Ao contrário das minhas outras viagens, não fiz um roteiro mega detalhista de Santiago. E passada essa experiência, acredito que deveria ter contratado uma agência para organizar tudo… enfim… já foi.

Na reta final do casamento tudo é uma grande correria. As pessoas me diziam que todo dia teria que sair de casa pra resolver alguma coisa. E eu pensava: – mas tá tudo contratado!!! Sim, de fato está tudo contratado, mas todos os detalhes do casamento que você pensou e idealizou por meses, só começam a acontecer para os fornecedores faltando entre 45 a 30 dias.

Então somando trabalho e preparativos para o casamento (estresse e gripes ocasionais – no meu caso), o meu roteiro para Santiago era muito básico, daquele tipo de turista visitando a cidade pela primeira vez.

Como tudo tem uma primeira vez e se a sua próxima primeira viagem for a Santiago, essas dicas são super válidas.

Primeira coisa que você deve fazer é entrar no site da Turistik (empresa que realiza tours por Santiago e arredores) e fazer uma seleção dos passeios que irá fazer. Você tem a opção de comprar os passeios no site deles ou comprar quando estiver em Santiago. Deixamos pra comprar tudo lá.

Chegando em Santiago fomos ao Parque Arauco (um dos shoppings mais tradicionais da cidade, que fica em Las Condes) para comprar, num dos estandes da Turistik, o tour Hop on Hop off (o ônibus vermelho de turismo), naquele esquema que você tem um dia inteiro para fazer passeio completo pela cidade, descendo e subindo (nas paradas) aonde achar melhor e conhecendo o que quiser. No estande você pode comprar quaisquer dos passeios.

Caso você vá primeiro ao Mercado Central, lá também tem um estande da Turistik.

Recomendo logo de cara o Parque Arauco, porque você aproveita e vai até um dos quiosques de atendimento ao turista do shopping e solicita o seu  passaporte de compras (uhuuuu). É um livretinho com vários cupons de desconto em lojas, lanchonetes e restaurantes do Arauco e você terá a viagem inteira pra aproveitas os descontos.

E não é apenas isso. Comprando um passeio pela Turistik você também ganha o Turistik Pass outro livrinho de descontos para lojas, restaurantes e bares de Santiago (uhuuu duplo).

Os outros passeios compramos através da gerência do flat que ficamos e essa é uma outra dica.

Não imagino outro bairro melhor de hospedagem do que a Providência. Perto de tudo, shoppings, estações de metrô, supermercados, starbucks. Sem mais né?!

Escolhido o bairro, nos hospedamos no Austral Suites e a reserva foi feita pelo Booking. Super próximo a estação de metrô Pedro de Valdívia e praticamente vizinho ao Aqui está Coco e a uma Starbucks. Se você for andando de costas, chega nos dois locais em menos de 5 minutos, ou seja, é perto.

Ao Giratório uma caminhada de cerca de 10 minutos e ao Costanera Center, shopping novinho inaugurado em junho/2012 (se não me engano) uns 20 minutos.

Em relação aos demais passeios: Viña Del Mar/Val Paraíso e Concha y Toro, fechamos com a responsável pelos flats e tudo deu certíssimo. Pontuais e serviço bom. O valor é equivalente ao cobrados pela Turistik.

Valle Nevado e Farellones deixamos pra ir quando a temporada estiver aberta e bombando de neve, no final de setembro não valia tanto a visita.

Locais que você não pode deixar de conhecer em Santiago: Plaza de Armas (Catedral Metropolitana e Museu Histórico Nacional); Museu Nacional de Bellas Artes; Mercado Central; Plaza de La Constitución (Palácio de La Moneda); Patio Bellavista; Cerro Santa Lucía e o Parque Metropolitano onde fica o Zoo e o Morro San Cristóbal, que é dos melhores pontos para observar a extensão de Santiago (você pega um funicular ou ônibus para ir até o topo).

Uma fotinhas bem toscas. Lembrando que não sou fotógrafa. Ok?!

Lua de Mel Santiago1 Lua de Mel Santiago2 Lua de Mel Santiago3 Lua de Mel Santiago4 Lua de Mel Santiago5

No post há vários links e não estou ganhando 1 centavo por essas indicações. Estou apenas facilitando a sua pesquisa.

Somando esse post com o primeiro sobre as dicas gastronômicas de Santiago, dá uma viagem de 6 noites super divertida. Vai por mim.

Inspirem-se viajantes e noivos!!!

Comprando o vestido de noiva em NYC

Ah como estava louca de ansiedade para colocar esse post no ar.

Primeiro que a noiva é uma princesa, linda até dizer chega; segundo tem muita gente que me questiona sobre tantos vestidos lindos de estilistas de fora que coloco no blog, como algo inatingível.

A Daniela Dantas (sister da Loura da Escada) topou compartilhar com as leitoras do #NDE, suas lindas, a experiência dela sobre arrumar as malas e partir rumo a NYC com a mãe, a sogra e o noivo (noivo? Como assim Daniela??!!), para comprar o vestido de noiva, acessórios e alguns itens do enxoval por lá!!!

Então com vocês a Dani (um pedacinho pra criar expectativa).

Quando resolvi casar, a primeira preocupação que me veio à cabeça foi o vestido.

Passando em frente à uma famosa loja em Natal, no bairro de Petrópolis, ressolvi parar e olhar o
que havia por lá. Infelizmente, fui super mal atendida. Mesmo não havendo ninguém lá olhando vestido
no mesmo horário que fui, ela não quis me atender porque só atendia com horário marcado. Com muita
insistência minha, a vendedora me mostrou uns 6 modelos muito comuns e revelou que havia vários
guardados, mas que ela iria mostrar antes a outras pessoas e, o que sobrasse, ela poderia mostrar
numa outra oportunidade. Além disso, quando perguntei o valor do único que me agradou, ela disse
que era muito caro, sem nem saber quanto poderia gastar.

Chateada com toda a situação, me lembrei do programa americano do canal E! “Meu vestido
ideal”, a Kleinfeld, onde a variedade é enorme e o atendimento maravilhoso. No outro dia, comecei a
pesquisar sobre como comprar meu vestido fora.

Reservei as passagens por milhas 6 meses antes (eu, meu noivo e minha mãe) da viagem e para
uma data que antecedia 4 meses o meu casamento. Enviei e-mails para as lojas que mais me agradaram
nas minhas pesquisas, reservando os horários dos atendimentos para os 2 primeiros dias da viagem
(tem que agendar devido a grande procura), pensando no possível ajuste do vestido em Nova York
mesmo.

Fui primeiro na David’s Bridal, que possui modelos lindos da Vera Wang e de outros estilistas,
por um preço que não existe! Os vestidos variam muito de preço, ficando em média por volta de
U$1.000,00!!! Alguns mais simples a partir de U$300,00… Muito barato mesmo! Esses de Vera Wang,
aqui, custariam no mínimo R$6.000,00. Na loja vende também os véus, sapatos, bijuterias etc, com
preços igualmente muito bons, além da variedade enorme. Porém, por ser meu casamento pela manhã,
achei todos os modelos muito sofisticados e queria algo mais romântico, mais dia.

Fui depois na Pronovias, onde provei uns 10 vestidos diferentes, maravilhosos, mas também
com o mesmo perfil que havia encontrado na loja anterior, vestidos mais para a noite. Além disso, foi
onde encontrei os modelos mais caros, ficando em torno de U$2.000,00 a U$4.000,00.

Na Kleinfeld, loja com o maior número de modelos da cidade (mais de mil modelos diferentes),
escolhi nas sessão dentro do meu orçamento os que mais me agradavam e que fossem do meu número.
Fui super bem atendida por uma vendedora que fala espanhol, como havia pedido na reserva do
horário, provando mais de 10 vestidos, cada um mais lindo que o outro e, finalmente, achei o que eu
queria: AMEI meu vestido! Todo de guipir, com cauda, um luxo! Porém, não valia a pena ajustar o vestido
lá, nem comprar os acessórios. Peguei a cor do vestido (lá existe a escala perfeita de cores, para não ter
erro) e comprei o véu, tiara, sapato e até o vestido das daminhas na David’s Bridal, tudo exatamente da
mesma cor do vestido (um off-white claro).

Ah, e a viagem ainda serviu para comprar coisas do enxoval, com muito mais qualidade e 1/10
do preço, como um conjunto de colcha, edredon, manta, etc, todo em linhão, para cama super king, por
U$500,00 (aqui seria R$6.000,00), lençóis com 1.000 fios egípcios por U$25,00 ( aqui seria mais de
R$1.000,00). Mas lembre-se que tudo que você comprar vai ser à vista, não tem como parcelar o cartão,
então vá preparada!

Para quem não quiser viajar e quiser exclusividade, estou vendendo o meu lindo vestido, já que
não vou mais usá-lo e ele é muito especial pra ficar guardado!

Espero que tenha ajudado as noivinhas!

Beijos,

Daniela Dantas

Dani seu vestido estava um sonho e você belíssima!!!!

O vestido de noiva foi ajustado aqui em Natal, porque além de um serviço caro, várias provas seriam necessárias e a viagem foi de 15 dias.

A Dani recebeu o vestido em uma capa e colocou mais 5 por cima e escondeu o vestido do noivo no cofre do hotel.

Mentira!!! Ela de fato recebeu numa capa e guardou no armário do quarto em que estava hospedada e o noivo nem pisou por lá. A mãe da Dani era a guardiã (presumo).

Noivinhas se vocês estão sonhando com esse vestido de noiva, véu e sapatos, entre em contato com a noiva através do email danicdantas@hotmail.com.

E se você ficou animadinha para ir a NYC comprar seu vestido, por favor, me leva junto, ok!!! Ou venha nos contar sua experiência.