Diário de Viagem | Degustação de vinhos na Anuva Wines

Diário de viagem quase chegando ao fim. Mas garanto que valeu a espera pelas dicas do post de hoje, pois nada mais romântico do que vinhos e poder degustá-los ao lado do seu maridinho na lua de mel, do seu namorado, noivo, ou seja, brindar o amor com o seu amor.

Esse é um programão que deve fazer parte do roteiro em Buenos Aires para todos os apreciadores de vinhos. Eu e meu marido queríamos muito ir a Mendoza fazer degustações in loco, porque nós curtimos muito vinhos, mas nessa viagem optamos por ficar apenas em Buenos Aires e então comecei a pesquisar por degustações de vinho na cidade, até que encontrei a Anuva Wines e fiquei encantada.

A proposta é fazer a degustação de vinhos harmonizados com entradas. Mas a prática superou qualquer expectativa.

As degustações são feitas em inglês e espanhol. No site na Anuva Wines você pode fazer a reserva de modo rápido e ágil, depois escolher o dia, horário e a língua em que será feita a degustação.

Nós fizemos todo esse processo de reserva através da Aguiar Buenos Aires (a mesma que fizemos o Zoo de Lujan) e foi tudo muitíssimo perfeito.

A Anuva Wines fica na região de Palermo Soho e antes da degustação o ideal é bater perna pelo bairro. Na hora marcada fomos para lá e fomos super bem recebidos.

anuvawines (1)

DSC03228

DSC03230-002

Todos os vinhos são de excelência e da região de Mendoza. O serviço começa com um espumante, na sequência vinho branco e tintos. Todos os vinhos são harmonizados com um menu degustação que combina perfeitamente com as características de cada vinho. Não vou esquecer jamais que naquela tarde quente de verão porteño degustei o vinho branco torrentes com sorvete. Inusitado e esplendoroso!!!

A tarde fluiu de maneira super agradável. A degustação rola de uma forma muito descontraída e as pessoas que conduzem dão uma aula sobre os vinhos, a região, as uvas e vinícolas. Se você quiser, pode fazer anotações das suas sensações sobre cada vinho durante a degustação. A interação à mesa também é excelente, como tudo ao redor do vinho costuma ser.

O serviço é bastante exclusivo e são recebidas poucas pessoas por degustação, mas o custo-benefício é recompensador.

anuvawines (4)

DSC03239

anuvawines (3)

Ao final você pode escolher o vinho que mais gostou para repetir e todos os vinhos estão disponíveis para compra.

Buenos Aires e Colonia Del Sacramento nov 20136

anuvawines (2)

Fizemos a degustação em espanhol com algumas palavrinhas de portunhol. Um barato!!!

Sem dúvida um passeio maravilhoso para fazer sozinho, com turma de amigos ou de casal, todos são bem recebidos e o bate papo é ótimo.

Saímos de lá com 3 garrafas de vinho e muita vontade de repetir a experiência 😉

Serviço: Anuva Wines | Reserva em novembro de 2013: Aguiar Buenos Aires

Diário de viagem | Zoo de Lujan

Geeente, mil perdões, mas com a correria e milhões de compromissos no final do ano, não consegui terminar o diário de viagem sobre Buenos Aires. Sei que muitos foram passar o réveillon por lá, mas como Buenos Aires sempre é um destino de lua de mel prometo que terminarei esse diário com dicas valiosíssimas.

Esse passeio é imperdível e fora de Buenos Aires. No Zoo de Lujan você tem contato físico com leões, tigres, elefantes e outros animais. Talvez você já tenha ouvido falar bastante sobre as polêmicas envolvendo o tipo de tratamento e sedação que supostamente são dadas aos animais. Não sei se é mito ou verdade. O foco do post não é tratar esse assunto, mas dar dicas se você deseja conhecer o local.

De cara afirmo que os animais parecem muito bem tratados e alimentados (e como!!!). Achei o leão sonolento demais, porém não sei se era pelo horário cedo, se era o tempo nublado e meio frio, por ser o Rei da Selva achei ele sim um pouco apático, mas era lindo e majestoso.

Luján é uma pequena cidade distante 68km de Buenos Aires e além do zoológico você pode visitar a Basílica de Luján. O Zoo está localizado às margens da rodovia acesso oeste, mais ou menos uma hora do centro de Buenos Aires. Funciona todos os dias do ano, a partir das 9:00h, e os ingressos custam 150 evitas (pesos argentinos), o que dá aproximadamente 50,00 dilminhas por pessoa.

Há várias formas chegar ao zoológico. É possível ir por conta própria de ônibus ou táxi, comprar o pacote de agência de turismo ou contratar o serviço de algum guia/transfer particular.

A forma mais barata é de ônibus pela linha 57 (Atlântida). A parada fica na Plaza Italia em Palermo (perto do zoo de Palermo), mas avise ao motorista que você quer parar no zoo porque eles costumam passar direto. A viagem dura em torno de 1 hora e meia.

Essa não foi a nossa escolha. Peguei a dica no blog My Fashion Lounge de uma agência de viagem de brasileiros e então fizemos esse passeio pela Aguiar Buenos Aires, com transfer de ida e volta, entradas do Zoo de Luján e também fomos à Basílica, que fica bem próximo. Recomendo muito o serviço, foram pontuais, gentis e o preço foi muito bom!!!

E eu achei o Zoo de Luján simplesmente fantástico. Estava mega ansiosa para conhecer, com medo de me decepcionar por tudo que se comenta. Mas amei demais e iria novamente. A sensação de entrar na jaula dos leões e tigres, dar mamadeira a um filhote de tigre 1 ano e 3 meses enoorme e ter contato com todos os outros animais, foi algo surreal.

O passeio dura o dia inteiro e lá há quiosques de lanches e parrilas. Tudo bem rústico, com um precinho um pouco mais caro, mas dá pra você comer algo legal, seja churrasco, hambúrguer ou empanadas.

Não repara minhas fotos toscas, mas observe toda a expressão corporal de pânico quando o tratador resolveu dar carne fresca ao tigre branco!!!

zoolujan (1)

zoolujan (2)

zoolujan (3)

zoolujan (4)

zoolujan (5)

zoolujan (6)

zoolujan (7)

DSC_0050

DSC_1216

DSC_8537

A Basílica de Lujan é um outro local belíssimo para conhecer. Tem uma histórica riquíssima e bem antiga sobre a devoção à Nossa Senhora de Lujan, que é a padroeira da Argentina.

Basilicalujan (1)

DSC03079

DSC00686

Basilicalujan (5)

A cidade é bem pitoresca e acredito que você também vai amar conhecê-la.

Até o próximo post do diário de viagem!!! 🙂

Diário de Viagem | Buenos Aires

Diário de viagem missão Buenos Aires em pleno domingão, porque tenho ainda muitas dicas, o final do ano já está aí e muuuitas pessoas passam o reveillon curtindo tango, bife de chorizo e a vista do Puerto Madero.

No primeiro post do diário de viagem sugeri um roteiro bem legal para fazer no domingo porteño (clica pra conferir). E hoje vou falar sobre um sábado de sol em Buenos Aires, passeios típicos de turistas, para quem curte cultura e pra conferir a praia da galera de BonossAires.

Amo arte e todos os estilos, mas tenho uma queda pelos artistas contemporâneos e modernos. Um dos museus que mais curto na vida (por gosto pessoal) é o MoMA em NYC e nessa linha, não poderia deixar de visitar em Buenos Aires o MALBA, Museu de Arte Latino Americana. O acervo permanente é belíssimo e há vários quadros de artistas nacionais como Tarsila do Amaral e o lindo Abaporu e outros de Di Cavalcanti e Portinari. Na agenda do museu há exposições temporárias interessantíssimas como a de Elba Bairon e Liliana Porter. Recentemente passou por lá a exposição da artista japonesa Yayoi Kusama (Obsessão Infinita), que pode ser vista atualmente no Rio de Janeiro.

Passamos um início de tarde fantástica no MALBA, que abre todos os dias, das 12h à 20h, na quarta-feira até às 21h, não abre terça-feira e a entrada custa 40 Evitas.

Malba

abaporu

Se você tiver disposição para uma caminhada de uns 15 a 20 min, siga pela Av. Pte. Figueroa Alcorta em direção a Floralis Generica e à Faculdade de Direito na recoleta.

A Floralis Generica é feita por uma estrutura metálica que deveria abrir e fechar de acordo com o nascer e pôr do sol. But não funciona mais e me parece que tão cedo não será consertada, pois é preciso a bagatela aproximada de 1 milhão de Obamas para consertar o mecanismo. Pra você turista isso não faz diferença, pois é um belo monumento e renderá ótimas fotos. O parque em que fica é enorme e no dia havia algumas pessoas correndo ou tomando sol. Sente-se em um dos banquinhos à sombra, descanse um pouco da caminhada e curta o momento.

Ao lado fica a Faculdade de Direito com sua escadaria sem fim (pelo menos para minhas pernas cansadas hahaha). Também um ponto turístico bastante procurado e de boas fotos.

FlorMetalica

Faculdadededireito

Durante a primavera essas árvores típicas de Buenos Aires tem uma floração lilás linda, que colore a cidade e suas fotos. Achei poético!!!

avenida

primavera lilás

Atravesse uma passarela que fica próxima e caminhe até a Basílica Nossa Senhora do Pilar e ao Cemitério da Recoleta. A igreja é linda, toda branquinha e com um altar belíssimo. Entramos, agradecemos e seguimos em frente em busca do próximo destino.

Se você quiser tem até visita guiada ao famoso Cemitério da Recoleta. Mas a nossa missão era mesmo encontrar o túmulo de Evita, o que não é difícil, mas o lugar é enorme e o pessoal não explica muito bem. Pedimos a direção umas 3 vezes até encontramos o túmulo. Tirando a nossa desorientação habitual, talvez você tenha mais sorte e encontre de primeira e não precise torrar no sol e ficar com marca de blusa e short hahahahahha

cemiteriodarecoleta

Um típico sábado de sol em Buenos Aires e a Feira da Recoletaou Feira da Plazia Francia, localizada nesse espaço verde da recoleta, fica lotada de pessoas curtindo, conversando, assistindo artistas de rua, comprando bugigangas, tomando sol etc. Fizemos uma parada no charmoso Buenos Aires Design (a filial do Hard Rock Café fica nesse shopping), que fica logo ali, para almoçar antes de seguir nosso passeio.

feirarecoleta

Pegamos um táxi e seguimos ao Jardin Japonês, uma lugar lindo e perfeito como tudo feito pelos japoneses. Nesse dia estava muuuuuito quente, muito mesmo. O sol quente nessa época em Buenos Aires (novembro), não poupa ninguém. Em compensação a primavera deixa tudo mais florido e lindo. Garanto que será um dia extenso e repleto de passeios maravilhosos.

jardimjapones

Serviços: MALBA – de quinta até segunda-feira e feriados das 12:00 às 20:00h; quarta-feira até 21:00; terça-feira fechado | Cemitério da Recoleta – todos os dias, das 7h às 17h45, há visitas guiadas | Basílica Nossa Senhora do Pilar | Feira da Recoleta – Sábado e domingo, das 11h às 20h | Buenos Aires Design | Jardin Japonés – todos os dias das 10h às 18h, há visitas guiadas.