Vestido de Noiva | Comprar ou fazer sob medida?

Hello Noivas de Evasê!!!

Ser noiva é padecer num mar de dúvidas e escolhas, dentre as maiores incertezas da noiva, a escolha do vestido ideal é algo que tira o sono e a paz. Pode até parecer uma grande bobagem, afinal é somente um vestido. Porém, toda mulher quer, pode e deve se sentir linda no dia do casamento e o que será usado nesse dia e ficará eternizado em fotos (todos querem casar para sempre, não é mesmo?), tem sim uma inegável importância. O vestido de noiva além de ficar lindo em você e para você (nesse post você encontra dicas sobre a silhueta e o vestido ideal, deve também refletir o seu estilo e quem você é. Nesse processo sempre fica a dúvida: comprar pronto ou fazer sob medida??? Vamos conversar sobre isso!!!

No post sobre check list para o casamento (o check list está disponível para baixar), o prazo ideal para começar a procurar o vestido de noiva e decidir se será comprado, alugado ou sob medida, é a partir do 8º mês que antecede o casamento. Essa é uma orientação geral, pois cada casal e noiva tem um ritmo e cronograma e há noivos que organizam todo o casamento em apenas 8 meses ou menos. Mas se você puder se organizar e definir o seu vestido a partir dessa data, dará tudo certo… aliás sempre dá. Santo de noiva tem força!!!

E quais são os critérios para decidir se você irá alugar, comprar ou fazer o vestido? Bem, isso é extremamente subjetivo e depende do seu orçamento, sonho e estilo. É importante que você considere todos esses fatores na sua equação. Primeiro pense racionalmente, depois parta para a emoção e essa é a melhor parte.

Definindo o estilo

No meu caso o primeiro passo foi definir o estilo. Eu sabia exatamente o que queria e cheguei na minha decisão certeira a partir de duas pastinhas: o que não queria de jeito nenhum e o que combinava comigo. Pode parecer besteira, mas definir o que não é o seu estilo e o que não combina com você, exclui vários modelos dentre as centenas de opções que existem por ai e, sabendo o que não quer, você terá menos dúvidas e pode ter certeza: serão muitas dúvidas.

O vestido de noiva que eu queria era inspirado no vestido de Ivanka Trump (falei sobre isso nesse post) e decidido o modelo e o orçamento, a minha primeira opção seria um primeiro aluguel. E com meu vestido em mente saí procurando nas lojas. Na época, em fevereiro de 2012, fiquei bastante frustrada porque não me senti bem atendida em nenhuma loja em Natal/RN (estou até hoje esperando uma ligação telefônica de um modelo que simpatizei), e nem fiquei feliz com as poucas opções disponíveis. Era sempre o mesmo modelo e parecia que não existiam noivas de outros estilos, além daquelas que usavam tomara que caia sereia, que era a grande onda na época. E o meu vestido não era assim algo difícil, não na minha cabeça, e na prática, não era mesmo. Confira a inspiração:

Revendo os planos. Redefinindo o orçamento

E aí aconteceu comigo, algo que pode acontecer com você. Percebi que não iria rolar comprar algo pronto ou fazer o primeiro aluguel. Precisei rever os planos e redefinir o orçamento. Em 2012 não podia viajar em razão das férias do trabalho, que optei para depois do casamento, e uma pós graduação que fazia aos finais de semana. Então, ficar em Natal/RN reduziu minha opções de compra e aluguel, pois em Recife ou São Paulo, por exemplo, teria mais opções de lojas de noiva. Planos refeitos, aumentei o orçamento e decidi fazê-lo sob medida. Nesse ponto ficar em Natal/RN, mais uma vez, reduziu minhas opções de escolha (naquela época em 2012!!!) e acredito que poderia ter feito o meu vestido com um valor melhor em outras cidades e com outros estilistas.

Vestido de noiva sob medida

O meu vestido de noiva foi a realização de tudo que queria: mangas curtas, pois longas não combinavam comigo; cintura marcada com cinto; saia ampla; colo coberto, tudo isso estava salvo na minha pastinha de desejo sobre o que gostava num vestido e tudo nele foi pensado e desejado para refletir exatamente como sou e meu estilo: sou romântica e mais para clássica. Não faria nada diferente. Ainda hoje vejo meu vestido e ele é atual, embora goste muito de moda, queria algo atemporal e que me lembrasse sempre que estava linda, bem vestida do meu jeito, embora magra demais!!! Sou muito realizada com meu vestido e passaria por todo o processo de sonho novamente!!!

Minha dica

Defina o seu estilo, estabeleça um orçamento, sai para conferir suas opções, prove muitos vestidos, se veja como noiva. Saiba que o momento que você encontra o vestido certo é como encontrar o seu par perfeito. Algumas luzinhas se acendem e você impressionantemente sabe que aquele é “O” vestido. Se algo lhe diz que você ainda não encontrou o vestido ideal é hora de pensar em fazer sob medida. Escolha bem o estilista que você goste do trabalho e tenha afinidade e seja feliz nas muitas provas até ver o seu vestido pronto, fazer a última prova e sentir todas as luzinhas se acenderem a as borboletas na barriga.

Outra dica importante. Escolhido o modelo e se será comprado, alugado ou sob medida, pare de pesquisar e parta para definir outro ponto do seu check list. Você já passou por todo o processo de indecisão, ansiedade e escolha. Agora que já está definido é seguir em frente rumo ao altar!!!

Espero tê-las ajudado mais uma vez na escolha desse vestido tão sonhado e que seja tão realizada quanto fui com meu vestido de noiva!!! Bjo!!!

Fotografia: Alex Costa

Minha inspiração do vestido de noiva – Ivanka Trump

Noivinha não sei em que fase do estresse da organização você está, mas já adianto que quando tudo terminar você sentirá falta. Eu sinto!!!

Quando o casamento vai se aproximando, tipo a reta final mesmo, você tá tão louca, tensa e ansiosa, que você só pensa que esse dia tem que chegar logo antes que você mate ou morra. É claro que isso não acontece com todas. O IBGE confirma que 0,26 por cento das noivas são tranquilas (brinks, hein!!!).

Eu não estava nesses 0,26 e fiquei bem aperreada.  Cometi um grande erro que foi não tirar férias ou folgas e falei sobre isso nas dicas de como sobreviver a reta final dos preparativos (clica noiva). Consegui bater o carro faltando 8 dias para o casório e chorey litros (de verdade), tive náuseas, falta de apetite para coisas saudáveis e me alimentei a base de biscoito passatempo (me patrocina!).

Mas sinto saudade sim… e muita!!!

E das minhas maiores saudade é do vestido de noiva. De curtí-lo, pensá-lo, vê-lo nascer, provar o forro, a anágua, o véu. O meu foi feito sob medida, mas se tivesse comprado pronto também sentiria saudades, porque as lojas fazem ajustes e há todo um ritual para a prova. Gente é muuuuito bom, tão bom quanto… chocolate e coca cola (pensou o quê mocinha assanhada??!!).

E quando comecei minhas pesquisas, logo me apaixonei pelo vestido de noiva Vera Wang de Ivanka Trump. Muito amor em forma de tule e renda!!!

Ivanka Trump

Sempre soube que seria uma noiva de estilo mais romântico e tradicional, com um vestido de saia com volume e cintura marcada, porque esse é meu estilo mesmo.

Sonhei com um vestido de noiva Grace Kelly feelings (clica pra ver que vestido deuso), mas cheguei a conclusão de que seria muito tecido pra pouca pessoa e talvez muito quente pra minha cidade. Sabe o post com 5 dicas para o vestido perfeito?! (leia novamente). De fato coloquei em prática.

ivanka5

IVANKA TRUMP ivanka2

E quando soube que a inspiração de Ivankinha também era Grace Kelly, porém uma releitura, nem pensei mais. Tinha achado meu vestido de noiva.

Mas Ivanka Trump é Ivanka Trump e Lyanna é Lyanna e jacará é um bicho.

Inspiração já tá dizendo, não precisa ser igual, cópia. Você pode até fazer se ama demais um modelo, mas especificamente no meu vestido de noiva, queria fazer algumas adaptações e elas foram: costas fechadas e cinto Elie Saab inspired da coleção sonho Primavera 2012

cintos elie saab1 cintos elie saab2

Também optei por um acabamento de renda próximo ao pescoço, mas sem ser gola alta.

No final de tudo meu vestido de noiva ficou do jeito que vocês já viram, mas vou mostrar de novo hahaha

Fotos_0090

Fotos_0653 (1)

Que saudade!!!!!!!!!!!!

Inspirem-se.

Imagens reprodução e Alex Costa