Quem Casa Quer Casa | Vida a dois

Noivinhas hoje o Quem Casa Quer Casa é diferente. Não será sobre inspirações de decoração de quarto, living ou cozinha. Não será sobre dica de como montar uma cozinha funcional ou como decorar um lavabo. Será sobre inspiração de como decorar a vida a dois, de como enfrentar as dificuldades do dia a dia da vida de casados.

O Quem Casa Quer Casa é uma categoria que amo e toda noiva que está às voltas com a decoração e/ou reforma do futuro doce lar também ama. As recém casadas também, porque afinal de contas todo mundo ama brincar de casinha cor de rosa.

Acontece que a vida nem sempre é cor de rosa e o QCQC ficou esquecido porque não temos ainda uma casa para chamar de nossa.

Sempre compartilhei minhas novidades com vocês pois o Noiva de Evasê foi e sempre será um blog, portanto sempre haverá posts pessoais por aqui. O objetivo sempre foi abrir meu coração e um pouquinho da minha vida.

Nós comprarmos um apartamento que deveria ter sido entregue em novembro de 2012. Até a presente data… nada! Estamos casados há quase dois anos e ainda estamos acampados na casa da minha mãe. É triste, é chato, ver todas as nossas coisas em caixas e envelhecendo sem uso. Não há dinheiro que pague essa frustração. Não há dinheiro que indenize o café da manhã que não foi curtido a dois; o jantar entre amigos que não foi servido; o aniversário de casamento que não foi desfrutado tudo isso no nosso lar.

Isso pode parecer até uma bobagem se nós estamos bem e com saúde. Graças a Deus, sim! Estamos bem e com saúde para enfrentar tudo isso, mas não é fácil, não é cor de rosa.

Isso tudo gera um desgaste, aborrecimento e desentendimentos. Decidir se iremos entrar com uma ação na justiça (sim entraremos), quando, como, o que pedir. Se iremos comprar um outro (ainda estamos decidindo); se faremos o projeto de reforma desse apartamento que existe, mas que não podemos entrar ainda! São muitas decisões, algumas controvérsias e discussões.

Nós não casamos para nos desentender, principalmente quando precisamos estar bem, com saúde e qualidade de vida para enfrentar um processo que vem à frente.

Nós decidimos que precisávamos parar, ter calma e racionalizar o problema. Decidimos dividir responsabilidades para diminuir o estresse de cada um. Meu marido fica com uma parte da resolução do problema e eu fico com outra. Por exemplo, quem entra em contato com a construtora e com o síndico é ele, porque simplesmente eu NÃO SU-POR-TO ter que ouvir e ler certos absurdos e abusos. Eu fiquei com a parte jurídica do problema e cuidamos os dois juntos de documentos para financiamento e etc.

A verdade é que não sou a mulher maravilha e ele não é o super homem! Não vamos assumir mais compromissos e responsabilidades do que cada um pode suportar. Nós não temos super poderes para fazer certas coisas e pessoas desaparecerem (a gente até queria!!!).

Conversar e dividir foi a melhor estratégia e é essa a dica que dou para qualquer casal que esteja enfrentando algum problema da vida a dois. A nossa meta é dividir problemas, somar alegria e multiplicar amor.

O Quem Casa Quer Casa vai voltar com tudo, porque consigo falar sobre CASA sem sofrer e nós estamos buscando a dois, como ficarmos ainda mais fortes e saudáveis diante de todo e qualquer problema!!!

Fotos_0740

Imagem Alex Costa

Deixe seu comentário