Proibição dos cadeados na Pont de Arts

Dez entre dez casais de apaixonados, sejam noivos, recém casados, namorados ou pura e simplesmente pessoas que se amam, sonham em curtir uma viagem a dois à cidade mais romântica de todas: Parí, meu bem! E uma tradição que surgiu relativamente há pouco tempo, rapidamente se tornou mítica e sinônimo de amor eterno entre os casais, é a fixação do cadeado dos enamorados na Pont de Arts. Se você não colocou o seu (Eu!), talvez não tenha essa chance, pois os cadeados podem ser retirados em breve.

E a gente se pergunta qual a razão de acabar com o nosso romantismo!!!???

5

Há quem diga que não é nada romântico escolher um cadeado para simbolizar o amor entre duas pessoas. Que cadeado representa uma prisão e o que prende o amor é a liberdade. Principalmente se você considerar que a tradição manda você fixar o cadeado na ponte e jogar a chave no rio, ou seja, presos para sempre.

Eu não acho que representa nada disso. Na minha visão é algo romântico sim!!! É fofo você deixar um pedacinho desse amor, que a gente sonha e se dedica para que seja para sempre, numa das cidades que simboliza o amor.

Porém, contudo, todavia, há quem ache feio, que polui o visual, que danifica a estrutura da ponte e ameaça a segurança dos pedestres.

Essa é a imagem que ilustra a capa da fanpage que solicita que os cadeados sejam retirados na Pont de Arts.

cadeados pont de arts

Vamos combinar que não está bonito, não é verdade!?!?

Eu concordo que os cadeados sejam retirados!!!

– Como assim, Lyanna, está louca? – Você não quer colocar o seu lá?!

Quero, mas acredito que uma solução que agradaria a todos, aos apaixonados e aos ranzinzas, seria construir uma estrutura com a mesma visão e próxima à Pont de Arts, forte e segura o suficiente para suportar o peso dos cadeados dos amantes do mundo inteiro.

O que não acho legal é simplesmente proibir, sem dar uma opção aos turistas e Paris é uma cidade que respira o amor e o turismo.

Os americanos já teriam dado um jeito nessa discussão e colocado bancas para vender todos os tipos de cadeados imagináveis e quaisquer bugiganga turística com figuras da ponte e de corações. Mas o charme do francês é que ele não faz muita questão de agradá-lo, nem que você invada a cidade dele, né?!

1

2

3

4

Polêmica à vista e se você quer saber mais sobre a campanha No Love Locks, leia essa matéria no The Guardian.

Se eles retirarem os cadeados a gente se “conforma“ com a Torre Eiffel, né?!

6

Deixe seu comentário