Escolhendo profissionais para seu casamento

Lembram-se que já falamos sobre orçamento e planejamento e ainda sobre check list nesses posts aqui e aqui? O assunto que vamos tratar agora tem tudo a ver com o planejamento, com o check list e com o orçamento. Porém, agora é algo mais íntimo. Vamos falar sobre os profissionais que vão participar ativamente do tão esperado dia. São aqueles que estarão ao seu lado, tão juntinho de você ou mais que seu noivo.

  • Assessoria ou cerimonial;
  • Cabeleireiro;
  • Decorador;
  • Filmagem;
  • Fotógrafo.
Eu não sei dizer qual desses profissionais é mais importante na hora do casamento. Penso que todos são absolutamente  importantes e fundamentais para que tudo aconteça da forma que a gente espera  e sobretudo CONFIA !!!
Não desmerecendo qualquer outra função, mas serão várias reuniões com a assessoria ou cerimonial, decorador. Sem contar o cabeleireiro que vai nos deixar mais lindas e o fotógrafo e o cinegrafista que terão que conhecer nossos melhores ângulos.
No check list falei sobre iniciar uma relação com três profissionais. Essa não é uma regra, é apenas uma sugestão. Você pode fazer uma lista com tantos profissionais quanto ache necessário.
De repente tem um cerimonial excelente que já conhece da época da formatura ou do casamento de irmã, prima ou amiga, que você acompanhou de perto e se sente segura com aquele profissional,  aí nem é o caso de você fazer uma lista. Ou talvez você não conheça nenhum ou poucos e precise fazer uma relação com CINCO profissionais.
Isso serve para os demais profissionais: se você já conhece um cabeleireiro, decorador, cinegrafista ou fotógrafo, ama de paixão, se sente bem e convicta, talvez o seu trabalho pare por aí. Caso contrário, você terá que passar a mão no telefone  pesquisar na internet e fazer a sua listinha.
Não abri mão de fazer a minha listinha de profissionais e visitei cada um deles para sentir se rolava uma química. Acredite, química e empatia são quesitos FUNDAMENTAIS a serem considerados por você e seu respectivo. Sim, cara noivinha, seduza e arreste seu noivo para visitar pelo menos o fotógrafo e o cinegrafista, afinal ele vai se negar a fazer essas visitas  CASAR e ser filmado e fotografado tanto quanto você, considere a opinião dele.
Outro ponto a ser considerado é o orçamento. Sei que certos trabalhos não tem preço e nada paga a satisfação de ser bem cuidada e amparada, mas no mundo real nós temos contas e despesas a pagar e uma verba disponível.
 
Então nessa equação da escolha dos profissionais que os noivos irão contratar, os dois elementos a considerar são: empatia e orçamento.
Parece difícil ponderar esses dois fatores, né?! Mas não é não!!! Salvo exceções excepcionalíssimas, é super válido você visitar mais de um profissional e no nosso caso, em algumas situações, na segunda visita nós já tínhamos certeza quem iríamos contratar.
Acredite no seu feeling (sabe aquela de sexto sentido feminino) e se você quer muito contratar alguém que não está muito dentro do seu orçamento, pense numa conversa franca e em negociar. Nesse mundo de business sempre vale a negociação.
De noivinha pra noivinha: de mulher pra mulher faça a listinha e se jogue nas visitas.
Boa sorte!!!

Casamento: amarelo e branco

Esse final de semana foi de chuva na cidade do sol e fiquei pensando em um casamento ao ar livre num dia de chuva. Embora por aqui o tempo seja sempre ensolarado, é melhor prevenir e ter um plano B para uma falha da moça do tempo.

Noivinhas não se preocupem tanto se chover no dia do seu casamento. Dizem que é uma benção e sendo assim deixa chover. Apenas tomem algumas providências básicas como aluguel de tendas (em caso de chuvas mais fortes) ou guardas-chuva estilosos para os noivos e convidados.

Nesse casamento os noivos estavam preocupados com a possibilidade de chuva, então providenciaram um guarda-chuva de bolinhas e botas.

As cores escolhidas: amarelo e branco, serviram perfeitamente para iluminar um dia frio de inverno.

Confiram os mínimos detalhes desse casamento tão lindo e delicado.

Buquê divino!!!

Estou encantada com esse bolo. Lindíssimo!!!

Tem coisa mais linda do que uma foto espontânea?!!

fotos: Stephanie Williams

Noivas que inspiram: Audrey Hepburn

Iniciei uma séria de posts sobre noivas que me inspiram e acredito que também inspirem várias outras noivinhas ou qualquer outra pessoa que admire a beleza, o carisma, o talento e a força de mulheres como Grace Kelly e Lady Di.

Hoje vou falar sobre uma diva e ídola: Audrey Hepburn.

Sou fã do tipo de ter alguns filmes (tem um box com os principais que ainda não encontrei por aqui para comprar) e biografia. Amo Audrey e num domingo chuvoso milagre em Natal como hoje, coloco Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany’s) para assistir pela milésima vez.

O nome de batismo era Audrey Kathleen Ruston. Filha única de Joseph Anthony Ruston  e Ella van Heemstra (segundo o wikepédia uma baronesa holandesa descendente de reis ingleses e franceses) OI?! . Posteriormente o pai anexou o sobrenome Hepburn e Audrey tornou-se Audrey Hepburn-Ruston.

Seus pais se separaram e a mãe levou-a para a Inglaterra, na sequência  Holanda e após o final da Segunda Guerra, de volta para Londres, onde ingressou na renomada escola de dança Marie Lambert.

Porém, a professora de balé foi incisiva cruel afirmando que Audrey era alta demais para ser uma bailarina de sucesso.

Pobre Audrey!!!

Mas sabe quando se fecha uma porta e se abre um janelão para a fama? Foi o que aconteceu com a diva.

Audrey trabalhou um tempo como modelo e resolveu investir na atuação. Depois de pequenos filmes, em 1952 viajou para a França para a gravação de Montercarlo Baby e, no saguão do hotel em que estava hospedada com o elenco, foi vista pela escritora Collette, que trabalhava com a montagem para a Broadway da peça Gigi, cujo papel ainda não tinha intérprete e então decidiu que Audrey seria Gigi.

Quem disse que a vida é fácil, bebê!!??

Foram muitas críticas a essa atuação, até que um tempo depois, ela foi aprovada para o elenco do filme A princesa e o Plebeu e acabouganhando o Oscar de Melhor Atriz pela interpretação da Princesa Ann.

Confer que lindo Audrey Hepburn como noiva no cinema em A princesa e o Plebeu.

E Funny Face (Cinderela em Paris)

Noiva bailarina

Na vida real Audrey Hepburn casou-se com Mel Ferrer em 1954.

E a título de curiosidade fanzística-fashionista, no seu segundo casamento com Andrea Dotti em 1969, ela usou um Givenchy cor de rosa.

Por sua postura e elegância, Audrey Hepburn fez vários editoriais como noiva.

A dica que fica para nós noivinhas é cuidarmos das costas (e lembrar da mãe mandando corrigir a postura) e nos inspirarmos nesses vestidos anos 50 de cintura marcada que estão super em evidência nos nossos dias.

fotos: reprodução