Desmistificando o voilette

Olá minhas noivinhas queridas!!!

Faltam pouquíssimos dias para que deixemos de ser colegas. Passarei para o outro lado, mas serei solidária e continuarei firme e forte tentando ajudar vocês nesse mar de dúvidas que é o casamento.

A pergunta de hoje é da Rafaella que deixou um comentário no primeiro post sobre voilette e consegui captar a angústia que ela está sentindo para decidir o estilo de noiva e as dúvidas que tem sobre  o uso do voilette.

Meninas não tenham medo do voilette!!! Ele não morde, nem vai puxar o pé de vocês durante a noite.

Sei e compreendo muito bem que pode parecer uma novidade ou modismo, mas não é!!! O voilette é um véu como outro qualquer. Você deve apenas ter o cuidado em compor o visual como um todo. Da mesma forma que faria com um véu normal.

Pode à noite? Sim.

Pode durante o dia? Sim.

Pode num casamento sofisticado? Sim.

Pode num casamento campestre? Sim.

Pode num casamento praiano? Sim.

E também é perfeitamente possível usá-lo com vestidos longos, curtos, de renda, de cetim, tomara-que-cai, de um ombro só, de costas nuas, de tule, com corte sereia, godê, evasê… Ou seja, pode quase tudo.

Não há regras fixas para o voilette.

Há um espelho a sua frente e uma única regra: menos pode ser mais!!! Se algo em sua produção de noiva parecer exagerado, retire o acessório qualquer que seja ele ou então substitua-o por algo mais discreto.

E isso é válido para o véu tradicional, para mantilha, voilette ou outros acessórios como brinco, colar ou pulseira.

Mas lembre-se: se você for ousada, exagerada, do tipo que gosta de caprichar nos acessórios e isso faz parte do seu estilo, não tenha medo de também exagerar, mesmo que esteja usando um voilette.

Imagem Autumm Burke
Imagem Elizabeth Messina Photography
Imagem Jill La Fleur
Imagem Jason & Anna Photography
Jason & Anna Photography
Imagem Justin & Mary
Imagem Justin & Mary
Imagem Justin & Mary
Imagem Vining Photography
Imagem SimplyBloom
Imagem SimplyBloom
Tinywater Photography

Qual a minha opinião sobre o voilette?! É lindo, fotografa super bem e combina com vários estilos de noiva. Da moderna à clássica. Da despojada à sofisticada. Da romântica à sensual.

Quando você estiver montando (e pensando) na sua produção de noiva, teste os acessórios, pesquise milhares de imagens e assuma quem você é e deixe fluir o seu estilo para o dia do casamento.

Se eu fosse usar esse véu – já fica a dica de que não serei uma noiva de voilette – usaria de uma forma mais clássica e com poucos acessórios, porque esse é o meu estilo.

Se a noivinha está com medo de ousar na produção, talvez seja por não ser uma pessoa ousada. E se você não é assim, não deixe para ser no dia do casamento, pois parecerá estranho e não combinará com a sua personalidade.

É isso Rafa. Espero ter ajudado você e mais alguém e qualquer coisa é só chamar.

Beijos noivinhas.

ATUALIZAÇÃO!!!

Afirmei que não há regras para o uso do voilette, mas uma pergunta que surgiu nos comentários lembrou-me da única regra sobre o uso desse veuzinho lindo.

Não se pode usar o voilette e outro tipo de véu ao mesmo tempo. A noiva deve optar entre a mantilha, o véu tradicional e o voilette. Um excluirá o uso do outro.

Todavia, entretanto, contudo, muitas de vocês devem lembrar que a Sandy não deu a menor bola para essa regra foi lá e sambou na cara da etiqueta usando os dois véus ao mesmo tempo.

Não faria isso e não recomendo. Mas se você quer muito usar os dois véus, use o tradicional da igreja e durante a festa use o voilette.

No mais… Sejamos todas noivas felizes e realizadas.

Noiva de cabelo solto e mantilha

Quando vi essas imagens pensei: é editorial da Vogue, tamanha beleza, charme e elegância desse casal. Mas não, essa beleza toda e essa perfeição é a vida real!!!

Sei que muitas noivas querem casar de cabelos soltos. E já falei aqui no blog que você deve fazer essa vontade, sem medo de ser feliz e de ser simplesmente linda.

Claro que a felicidade faz qualquer pessoa ficar mais bonita, mas vejam como essa noiva é bem resolvida, linda e elegante de um jeito só dela, porque afinal todos somos únicos e muitas noivas procuram isso para o casamento: serem únicas, vivendo um momento único.

Vestido todo de renda da magnífica Monique Lhuillier e a noiva usou a mantilha que a mãe usou no dia do casamento há 42 anos. Tire essa mantilha do armário e assuma as referências emocionais da sua família. É lindo!!!

My name is Bond, James Bond!!!

Belíssimo… o casamento, tá bom?!

Inspire-se noivinha.

Imagens The Nichols.

Grinalda

Noivinha você ainda não decidiu se usará véu ou mantilha e tem dúvida se substituirá por voilette, mas leu sobre tudo isso nesse post aqui e nesse outro aqui. Espero que tenha ajudado vocês.

Porém, como fica aquela expressão: – Vou casar de véu e grinalda!!!

E eu pergunto: você sabe o que é a grinalda?

É uma coroa ou tiara de pedrarias, pérolas, cristais Swarovski; e, se você for casar com um dos netos (só sobrou um e parece que tem dona, não é Ana Carolina??!!) da Rainha Elizabeth II, possivelmente usará uma grinalda vintage de diamantes, esmeraldas ou outra pedra preciosa desenhada pelo próprio Cartier.

kate middleton wears cartier halo tiara Kate Middleton Wears Cartier Halo Tiara

Linda!!!

Acredite: você ficará igualmente linda se usar uma grinalda de flores naturais.

Se você optar por uma grinalda, saiba que é uma peça importante no visual da noiva, que irá destacar e iluminar seu rosto e deverá ser escolhida em harmonia com todo o resto da produção, considerando o formato do rosto, horário do casamento, o comprimento do véu, altura do pescoço, o penteado e as jóias.

Recomenda-se que você faça essa escolha assistida pelo profissional que irá fazer o make e penteado e se possível, faça a prova de maquiagem e penteado com a peça.

Aliás, abro aqui um parágrafo parêntese para dizer que a prova de cabelo e maquiagem deve ser feita preferencialmente com as peças que você vai usar no “Dia D.”

Evite exageros ou peças desconfortáveis e experimente vários modelos até encontrar aquele que seja perfeito!!!

Então aqui vai umas sugestões para ajudar escolha da sua grinalda:

Tipos:

A grinalda poderá ter o formato de coroa (colocada no alto da cabeça) ou de tiara (como um arco acompanhando o movimento da cabeça e emoldurando o rosto).

Independentemente do modelo, a grinalda deverá combinar com o brinco ou com uma gargantilha, mas use com cuidado para não ficar um conjunto carregado de informação.

Horário do casamento:

Se o casamento  for de manhã até o final da tarde a grinalda deve ser mais leve e com pouco brilho, com pérolas por exemplo e nesse horário as grinaldas de flores ficam lindas e super adequadas.

foto: Whitney Furst for Laura Ivanova Photography

Se o casamento for à noite você pode abusar de brilho ou glamour se esse é o seu estilo, porque o horário permite uma peça mais elaborada e luxuosa.

Rosto da noiva

1. Alongado:

Evite a grinalda em estilo coroa e opte por aquelas em formato “V” na testa.

2. Quadrado:

As mais adequadas são as grinaldas em estilo coroa, no alto da cabeça, acompanhada de véu longo, jogado para trás.

3. Redondo:

Se esse é o formato do seu rosto, as grinaldas em formato de coroa e altas ficam melhores, bem como o arranjo de flores no alto da cabeça.

4. Triangular:

A grinalda no meio da cabeça é o tipo mais adequado para esse formato de rosto, combinando com o véu longo e caindo nas laterais da cabeça pode dar volume ao conjunto. Se você optar por grinalda no modelo de coroa, prefira as mais baixas e delicadas.

Veja a imagem dessas noivinhas e me diga se ela não estão SUPER REALIZADAS!!! 

foto: Archibald Photography
foto: Joann Arruda Photography

A felicidade é contagiante!!!

Inspire-se noivinha.