Londres | Roteiro de 6 dias | Parte II

Hello Noivinhas de Evasê!!!

Semana passada compartilhei um post com dicas para um Roteiro de 6 dias em Londres. Hoje vamos retomar e contar o que fiz nos 3 dias restantes.

Vem comigo!!!

DIA 4 – TROCA DE GUARDA/ST.JAME’S PARK/TOWER OF LONDON/RIVER CRUISE/CHÁ DA TARDE (Fortnum & Mason)

No início da manhã fomos fazer o programa de todo bom turista pela primeira vez em Londres e fomos conferir a Troca de Guarda do Palácio de Buckingham. É importante que você confira o site para saber qual o dia em que ocorrerá a troca de guarda, que acontece em dias alternados. Estávamos eu, meu marido e metade do universo, ou seja beeem lotado, mas valeu conhecer.

LONDRES (10)

LONDRES (9)

Finalizamos dando uma volta pelo St. Jame’s Park e o dia estava relativamente ensolarado, o que é algo quase inédito tratando-se de Londres. Fica a dica para você procurar a Blue Bridge com visão do Palácio de Buckingham e London Eye.

LONDRES (11)

Em seguida fomos conhecer a Tower of London, um castelo na margem norte do Thames River, que durante um período foi usado como prisão e posteriormente como palácio e residência real. Sofreu várias fases de expansão e novas construções comandadas pelos reis Ricardo I, Henrique III e Eduardo I nos século XII e XIII. A forma geral foi estabelecida nessa época e permanece até os dias de hoje.

É um lugar enorme do tipo que você passaria um dia inteiro para explorar todas as torres. O auge do passeio é ver de perto The Crown Jewels, um anexo dentro da Torre de Londres que você pode conferir as joias da coroa britânica. Claro que fotos são proibidas, pois você estará praticamente dentro de um cofre (enorme), com uma coleção numerosa e bilionária com as joias da coroa. No final do passeio você pode se contentar com a riqueza de comprar um souvenir que faz referências às joias da coroa, livros, louças, caixas de chá, etc, numa das várias lojinhas dentro do complexo.

De quebra você ainda terá uma vista linda da London Bridge.

Post sobre LONDRES1

Na sequência pegamos um Thames River Boat Cruise, um passeio pelo rio Tâmisa e ver de um outro ângulo alguns pontos turísticos como Tower of London, a Tower Bridge e o navio de guerra HMS Belfast.

Post sobre LONDRES5

Desembarcamos no Westminster Pier e seguimos até a estação de metrô de Westminster. Pegamos a linha cinza Jubille em direção a Stanmore, descemos em Green Park e fomos caminhando até a Fortnum & Mason para o nosso afternoon tea marcado para as 17h.

E posso dizer que o chá da tarde além de delicioso é uma experiência bem britânica, a Fortnum & Mason é um espetáculo à parte. Loja linda, decoração divina, são 5 andares da mais pura tradição londrina.

No subsolo tem uma adega, com vinhos e bebidas em geral e um wine bar, no térreo chocolates, chás, caixas, latinhas, velas, utensílios para piquenique e artigos variadíssimos. No piso superior decoração para casa, pausa mais do que dramática para a sessão de decoração natalina, de chorar de tão lindo, tudo vintage e muito londrino e nos demais pisos perfumaria e cosméticos femininos e masculinos, chegando até a sala The Diamond Jubilee Tea Salon.

Sem qualquer dúvida programa altamente recomendado e maravilhoso.

instagram noiva de evase Londres (4)

LONDRES

Saímos da Fortnum & Mason extasiados (e cheios 🙂 ), circulamos por Picadilly Circus para então voltamos ao hotel. O dia seguinte prometia!

DIA 5 – HARRODS/VICTORIA AND ALBERT/MUSEU DE HISTÓRIA NATURAL/ROYAL ALBERT/LONDON EYE

Começamos o dia na Harrods. Pegamos a linha Piccadilly em direção a Cockfosters e descemos em
Knightsbridge.

Posso afirmar que a Harrods é o templo do luxo e da sofisticação distribuído por vários andares. Muito mais do que a Galeries Lafayette, em Paris ou a Saks em NYC. Uma variedade imensa de produtos de alto luxo. Você encontrará de tudo: decoração para casa, lustres, candelabros e cristais Baccarat e Christofle, artigos de cama, mesa e banho, perfumaria, brinquedos, um mundo. As marcas mais exclusivas como Chanel, Prada, Burberry, Alexander McQueen, tanto a parte de acessórios, como roupas. Definitivamente não fomos para lá para fazer compras.

Mas assim como as Galerias Lafayette em Paris, a loja de departamento Harrods também é uma atração turística por si mesma. Não deixe de ir até porque existe o Gift Shop em que você pode comprar vários produtos e lembranças com a marca da loja e com preços acessíveis e também pode curtir o Food Hall com uma variedade imensa de produtos e comidas distribuídos por 3 alas e em cada uma delas há balcão e algumas mesas, num total de 12 bares/restaurantes, nos quais você pode escolher desde sushi até tapas, rotisserie, pizza, com forno a lenha, o Morelli’s Gelato (sorvetes italianos) e a casa de chá e brasserie do francês Ladurée. É ou não é uma boa pedida???

Nesse dia nós “tomamos café da manhã” no Café Godiva da Harrods.

instagram noiva de evase Londres (3)

Saímos da Harrods e fomos caminhando até os museus em South Kensington, área nobre de Londres que você encontra na Exhibition Road os museus Victoria & Albert, Science Museum e o Natural History Museum. Nesse dia escolhemos o Victoria & Albert e o Natural History Museum.

Passamos em torno de 3h em cada museu, mas recomendaria 1 dia inteiro em cada um deles. O acervo do Victoria & Albert é fascinante e se você viaja com crianças elas vão enlouquecer no Natural History Museum no setor dos dinossauros. Confesso que achei o American Museum of Natural History de NYC mais interessante, mas não deixaria de ir e iria novamente no de Londres.

Abaixo a fachada do Victoria & Albert e o hall do Natural History Museum com a estátua de Darwin ao fundo.

LONDRES (13)

LONDRES (14)

Saímos dos museus e fomos caminhando até o Royal Albert Hall, mas não conseguimos entrar porque estava acontecendo uma solenidade como uma formatura, mas você pode ter mais sorte e conseguir fazer uma visita guiada e ainda aproveitar alguns dos bares e restaurantes que tem lá, inclusive o afternoon tea. Pra gente ficará para a próxima. 🙁

LONDRES (15)

Na estação de South Kensington pegamos a linha District em direção a Upminster, descemos em Westminster e fomos caminhando até a London Eye. Não me recordo exatamente o horário. Estava anoitecendo por volta das 19h em Londres, mas nos programamos exatamente para fazer esse passeio para ver a cidade iluminada. E como nós amamos!!!

Abaixo o big ben e house of parliament.

LONDRES (16)

LONDRES (17)

LONDRES (18)

Quando saímos da London Eye a intenção era ir até Carnaby street e localizar o Kingly Court, local (que dizem) super charmoso e que reúne vários bares e restaurantes.

fomos para a estação Waterloo pegamos a linha Bakerloo em direção a Queen’s Park e descemos mais uma vez na Piccadilly Circus. Deveríamos ir caminhando até a Carnaby Street, mas entramos e saímos em várias ruas, ficamos sem celular, sem google maps e como nosso GPS mental é meio desorientado não achamos a Carnaby Street e nem o Kingly Court. Acontece, né?! Quem nunca se perde em viagem? Nós sempre!!! 🙂 🙂

Ficamos mais uma vez por Piccadilly Circus e dessa vez conseguimos até tirar uma foto (meio tosquinha, mas tá valendo) com a estátua do Eros.

LONDRES (19)

DIA 6 – MANHÃ NO NATIONAL GALLERY

Última manhã e dia em Londres e não poderíamos deixar de ir na National Gallery. Mais um museu fascinante e imperdível em Londres. Um acervo infindável. Se você é admirador verá algumas obras de Van Gogh mais precisamente na sala 45.

Nos despedimos de Londres mortos de vontade de ficar mais uns dias e o que é quase um acontecimento, fomos embora num dia super ensolarado no outono londrino. Impossível não amar essa cidade!!!

LONDRES (20)

LONDRES (21)

E para quem vai circular de metrô por Londres não custa mais uma vez recomendar o Oyster Card e planejar seu roteiro pelo Plan a Journey.

E se você perdeu a primeira parte do roteiro de 6 dias em Londres, confira aqui.

Diário de Viagem | Buenos Aires

Diário de viagem missão Buenos Aires em pleno domingão, porque tenho ainda muitas dicas, o final do ano já está aí e muuuitas pessoas passam o reveillon curtindo tango, bife de chorizo e a vista do Puerto Madero.

No primeiro post do diário de viagem sugeri um roteiro bem legal para fazer no domingo porteño (clica pra conferir). E hoje vou falar sobre um sábado de sol em Buenos Aires, passeios típicos de turistas, para quem curte cultura e pra conferir a praia da galera de BonossAires.

Amo arte e todos os estilos, mas tenho uma queda pelos artistas contemporâneos e modernos. Um dos museus que mais curto na vida (por gosto pessoal) é o MoMA em NYC e nessa linha, não poderia deixar de visitar em Buenos Aires o MALBA, Museu de Arte Latino Americana. O acervo permanente é belíssimo e há vários quadros de artistas nacionais como Tarsila do Amaral e o lindo Abaporu e outros de Di Cavalcanti e Portinari. Na agenda do museu há exposições temporárias interessantíssimas como a de Elba Bairon e Liliana Porter. Recentemente passou por lá a exposição da artista japonesa Yayoi Kusama (Obsessão Infinita), que pode ser vista atualmente no Rio de Janeiro.

Passamos um início de tarde fantástica no MALBA, que abre todos os dias, das 12h à 20h, na quarta-feira até às 21h, não abre terça-feira e a entrada custa 40 Evitas.

Malba

abaporu

Se você tiver disposição para uma caminhada de uns 15 a 20 min, siga pela Av. Pte. Figueroa Alcorta em direção a Floralis Generica e à Faculdade de Direito na recoleta.

A Floralis Generica é feita por uma estrutura metálica que deveria abrir e fechar de acordo com o nascer e pôr do sol. But não funciona mais e me parece que tão cedo não será consertada, pois é preciso a bagatela aproximada de 1 milhão de Obamas para consertar o mecanismo. Pra você turista isso não faz diferença, pois é um belo monumento e renderá ótimas fotos. O parque em que fica é enorme e no dia havia algumas pessoas correndo ou tomando sol. Sente-se em um dos banquinhos à sombra, descanse um pouco da caminhada e curta o momento.

Ao lado fica a Faculdade de Direito com sua escadaria sem fim (pelo menos para minhas pernas cansadas hahaha). Também um ponto turístico bastante procurado e de boas fotos.

FlorMetalica

Faculdadededireito

Durante a primavera essas árvores típicas de Buenos Aires tem uma floração lilás linda, que colore a cidade e suas fotos. Achei poético!!!

avenida

primavera lilás

Atravesse uma passarela que fica próxima e caminhe até a Basílica Nossa Senhora do Pilar e ao Cemitério da Recoleta. A igreja é linda, toda branquinha e com um altar belíssimo. Entramos, agradecemos e seguimos em frente em busca do próximo destino.

Se você quiser tem até visita guiada ao famoso Cemitério da Recoleta. Mas a nossa missão era mesmo encontrar o túmulo de Evita, o que não é difícil, mas o lugar é enorme e o pessoal não explica muito bem. Pedimos a direção umas 3 vezes até encontramos o túmulo. Tirando a nossa desorientação habitual, talvez você tenha mais sorte e encontre de primeira e não precise torrar no sol e ficar com marca de blusa e short hahahahahha

cemiteriodarecoleta

Um típico sábado de sol em Buenos Aires e a Feira da Recoletaou Feira da Plazia Francia, localizada nesse espaço verde da recoleta, fica lotada de pessoas curtindo, conversando, assistindo artistas de rua, comprando bugigangas, tomando sol etc. Fizemos uma parada no charmoso Buenos Aires Design (a filial do Hard Rock Café fica nesse shopping), que fica logo ali, para almoçar antes de seguir nosso passeio.

feirarecoleta

Pegamos um táxi e seguimos ao Jardin Japonês, uma lugar lindo e perfeito como tudo feito pelos japoneses. Nesse dia estava muuuuuito quente, muito mesmo. O sol quente nessa época em Buenos Aires (novembro), não poupa ninguém. Em compensação a primavera deixa tudo mais florido e lindo. Garanto que será um dia extenso e repleto de passeios maravilhosos.

jardimjapones

Serviços: MALBA – de quinta até segunda-feira e feriados das 12:00 às 20:00h; quarta-feira até 21:00; terça-feira fechado | Cemitério da Recoleta – todos os dias, das 7h às 17h45, há visitas guiadas | Basílica Nossa Senhora do Pilar | Feira da Recoleta – Sábado e domingo, das 11h às 20h | Buenos Aires Design | Jardin Japonés – todos os dias das 10h às 18h, há visitas guiadas.

Conexão casamento

Noivinhas não sei se esse pensamento ocorreu pra vocês, mas sempre acreditei que viajaria até São Paulo pra fazer várias comprinhas para o casamento.

Dos acessórios ao vestido de noiva, das lembrancinhas aos convites; da lingerie da noiva à lingerie da lua de mel.

Mas era uma vontade difícil de operacionalizar, porque tinha que conciliar várias coisas como trabalho, pós graduação e o tempo necessário para bater perna em Sampa. Pra dificultar ainda mais meus planos, não tenho parentes ou amigas que morrem na terra da garoa pra me levar aos pontos estratégicos, pra não perder tempo sem saber o local e bairro exato pra encontrar aquele achado e fazer as pesquisas e compras. E o que conheço de São Paulo é tipo o básico como turista.

São Paulo é uma cidade moderníssima e cosmopolita que se encontra de tudo e de todos os valores. Do popular ao luxo e glamour!!!

E queria muito essa variedade de oportunidades e produtos. Pensava muito, mas acabava desistindo por falta de tempo, planejamento e conhecimento da cidade.

Eis que recebi um email com uma novidade maravilhosa e me esbofetei de raiva pelo desencontro de agendas.

A Alessandra Carbone inaugurou a Conexão Casamento, empresa voltada para a assessoria de noivas que queiram fazer suas compras de casamentos em: SÃO PAULO!!!! (Pôxa vida, não poderia ter sido ano passado?!?! Indignação define).

O objetivo é facilitar a vida dos noivos que buscam variedade e novidades para o seu grande dia, otimizando o tempo das noivas em compras como vestido, acessórios, lembrancinhas, enxoval ou qualquer outra coisa que a gente possa empurrar na mala ou receber pelos correios.

Funciona da seguinte forma: a noivinha entra em contato com a Conexão Casamento e responderá um questionário sobre estilo, preferências, o que pretende comprar e o orçamento (sempre ele) disponível, para que a Conexão Casamento organize as visitas aos fornecedores de acordo com o perfil de cada casal.

A  assessoria da Conexão Casamento inclui definição de roteiro, agendamento nas lojas, ateliês, showrooms e pontas de estoque a serem visitadas e acompanhamento das noivas em todas as visitas, assessorando-as nas escolhas e compras.

E a Alessandra ainda me disse que:

“Todos sabem que São Paulo é a maior cidade do Brasil e é aqui, com a grande quantidade e variedade de empresas voltadas ao ramo de casamento, que as noivas podem tornar seu sonho realidade. Aproveitar uma viagem de negócios ou turismo a São Paulo para garantir boas compras para o casamento é uma grande oportunidade que as noivas têm de fazer o casamento dos sonhos”.

Essa é a mocinha que vai salvar sua vida em Sampa!!!!

Foto Alessandra Carbone

A Alessandra em ação com uma noivinha esperta!!!

IMG_2231

Que ideia massa!!!! Acho que não dá pra deixar passa essa oportunidade.

Corre no www.conexaocasamento.com.br para mais detalhes ou entre em contato com a Alessandra pelo contato@conexaocasamento.com.br e no instagram @conexaocasamento.