Check list para seu Casamento

Hello Noivas de Evasê!!!

Depois de definir o orçamento e o estilo de cerimônia/recepção do casamento é hora de começar uma pesquisa por fornecedores e seguir um check list. Nesse post você encontra todas as dicas para dar o ponta pé inicial na organização do casamento.

Mas não custa ressaltar os primeiros passos para quem ficou noiva e não sabe por onde iniciar. Comece definindo:

Orçamento; estilo e quantidade de convidados.

Seria ideal que os noivos procurassem e visitassem 3 profissionais de casa seguimento e solicitassem um orçamento de cada um. A escolha definitiva de qual fornecedor será contratado, depende do orçamento e para alguns serviços é essencial que haja empatia entre o casal e o profissional. Lembra da série de posts Casando Direito? Leia todos os post com dicas especiais sobre direito do consumidor e sobre os vários contratos que os noivos precisam assinar.

No final do post vocês encontrarão um check list que cada uma deve adequar ao tipo de casamento e a cidade que mora. Se você quer casar numa igreja disputada na sua cidade, fique certa que algumas datas para 2017 e 2018 ou até 2019, já estão fechadas.

O ideal é que você comece a organizar e planejar o casamento com 1 ano e meio de antecedência, iniciando por essas tarefas:

1 ano e meio antes:

  1.  Defina o orçamento;
  2.  Escolha a data do casamento;
  3.  Defina o tipo de recepção e reserve o local;
  4.  Estabeleça a quantidade de convidados;
  5.  Reserve a igreja/templo (se for casar no religioso);
  6.  Comece a fazer uma lista dos principais fornecedores (fotógrafos, cinegrafistas, cabeleireiros, buffet, recepção, etc) que você deseja conhecer;
  7.  Abra uma pasta para manter toda a papelada e contratos relativos à organização do casamento.

Para continuar a organização do casamento, baixe e faça o download do Check List Noiva de Evasê

E se você acabou de noivar e está na dúvida sobre fazer ou não uma festa de noivado, confira o post: Noivado. Como celebrar.

Tenho certeza que será bastante útil para todas as noivas!!!

Fotografias: Ricardo Cintra | Alex Costa | Case com Bliss.

Como escolher o bolo de casamento

Quem disse que escolher o bolo de casamento é tarefa fácil?! Nada é descomplicado na preparação do casamento, mas o Noiva de Evasê está aqui para ajudá-las.

O bolo de casamento é algo lindo, um momento esperado por muitos e objeto de muitos flashes e expectativa pela beleza e imponência, portanto dever combinar com toda a proposta do seu casamento.

Se o estilo da festa for rústico, o bolo de casamento deve seguir a mesma proposta. Se for uma celebração clássica, o bolo deve seguir essa linha, se a festa é moderna e despojada, o bolo também deve ornar com tudo.

Mas lembre-se que, o bolo de casamento como tudo envolvido nessa festa, tem um valor e deve estar dentro do seu orçamento.

Você talvez tenham sonhado com um bolo de 8 andares e milhares de rosas comestíveis (ou verdadeiras), um trabalho que lembre bordado, pérolas, renda, laços, cascatas de flores etc. Ok?! Se sonhou, lembre-se que isso terá um custo e, em geral, bolos de casamento assim são os mais caros.

O fatores que, geralmente, compõe o custo de um bolo de casamento são:

  • Quantidade de fatias;
  • Tamanho do bolo (andares);
  • Decoração;
  • Massa;
  • Recheio.

Existem algumas regras para calcular a quantidade do bolo de casamento de acordo com a quantidade de convidados. Achei todas um pouquinho complicadas. A mais fácil pra mim e mais usada pelas boleiras é a fórmula: quantidade de convidados/2 = quantidade de fatias.

Exemplo: sua festa terá 300 convidados, o bolo de casamento terá 150 fatias. Se 500 convidados = 250 fatias. Se 200 = 100 fatias.

bolodecasamento (1) bolodecasamento (2)

O bolo de casamento tem os bolos sobrepostos formando os andares. Nem todos são verdadeiros. Num bolo de 5 andares, por exemplo, dois de fato são bolos e os outros andares são as bases ou maquetes, que são bolos de mentirinha para dar o tamanho desejado.

Normalmente 1 desse bolos é o fatiado na festa e o bolo que fica no topo é reservado aos noivos para levar pra casa e seguir a tradição de congelar e comer no primeiro aniversário de casamento!

Quanto mais andares, maior o bolo, maior a quantidade de fatias e portanto mais caro.

A decoração também é um item que torna o bolo mais caro. Não se engane com as cascatas de flores verdadeiras ou com camadas de flores intercalando com os andares do bolo. Dependendo do tipo de flor escolhida e da quantidade, isso poderá encarecer bastante o bolo.

As flores de açúcar e demais detalhes do bolo, também podem torná-lo mais caro, pois esse é um trabalho artesanal.

Mas não se assuste, você pode escolher o bolo de casamento que sempre sonhou, mas para fazê-lo caber no orçamento do casório pode fazer alguns ajustes e adaptações e as boleiras são flexíveis nesse sentido.

bolodecasamento (3) bolodecasamento (4) bolodecasamento (5)

Tão importante ou mais que tudo isso, é a gostosura do bolo escolhido. Há uma série enorme de tipos de massa e recheio.

Massa de ameixa (mais ameixa do que goiaba); bossa nova (mais goiaba do que ameixa); massa branca com laranja; branca com leite; chocolate etc. E os tipos de recheio: brigadeiro branco; brigadeiro preto; ganache; côco; castanha; nozes, ameixa com leite condensado; amêndoas; sonho de valsa; damasco etc.

Alguns tipos de massa ou recheio podem também ter um custo diferenciado. Vai caber a você a difícil missão de provar váaarios bolos e escolher o que mais agrada ao seu paladar.

Visitei 3 fornecedores, provei váaarios tipos de bolo e, quando cheguei ao que achei mais delicioso, selecionei 3 tipos e levei para o noivo provar. Ele foi certeiro e escolheu o que mais gostei!!! Não tivemos dúvidas!!!

Eu jurava que meu bolo seria com massa de chocolate e recheio de brigadeiro, mas no final das contas o escolhido foi um bolo com massa de ameixa e recheio de ameixa com leite condensado.

bolodecasamento (6) bolodecasamento (7) bolodecasamento (8) bolodecasamento (9) bolodecasamento (10) bolodecasamento (11) bolodecasamento (13) bolodecasamento (14) bolodecasamento (15)

Escolhi o bolo de casamento faltando 4 meses para o casório. Deu super certo!!! Porém, se seu fornecedor for muito disputado, talvez 6 meses seja o ideal, porque eles não costumam pegar muitos bolos para o mesmo dia.

Escolhendo profissionais para seu casamento

Lembram-se que já falamos sobre orçamento e planejamento e ainda sobre check list nesses posts aqui e aqui? O assunto que vamos tratar agora tem tudo a ver com o planejamento, com o check list e com o orçamento. Porém, agora é algo mais íntimo. Vamos falar sobre os profissionais que vão participar ativamente do tão esperado dia. São aqueles que estarão ao seu lado, tão juntinho de você ou mais que seu noivo.

  • Assessoria ou cerimonial;
  • Cabeleireiro;
  • Decorador;
  • Filmagem;
  • Fotógrafo.
Eu não sei dizer qual desses profissionais é mais importante na hora do casamento. Penso que todos são absolutamente  importantes e fundamentais para que tudo aconteça da forma que a gente espera  e sobretudo CONFIA !!!
Não desmerecendo qualquer outra função, mas serão várias reuniões com a assessoria ou cerimonial, decorador. Sem contar o cabeleireiro que vai nos deixar mais lindas e o fotógrafo e o cinegrafista que terão que conhecer nossos melhores ângulos.
No check list falei sobre iniciar uma relação com três profissionais. Essa não é uma regra, é apenas uma sugestão. Você pode fazer uma lista com tantos profissionais quanto ache necessário.
De repente tem um cerimonial excelente que já conhece da época da formatura ou do casamento de irmã, prima ou amiga, que você acompanhou de perto e se sente segura com aquele profissional,  aí nem é o caso de você fazer uma lista. Ou talvez você não conheça nenhum ou poucos e precise fazer uma relação com CINCO profissionais.
Isso serve para os demais profissionais: se você já conhece um cabeleireiro, decorador, cinegrafista ou fotógrafo, ama de paixão, se sente bem e convicta, talvez o seu trabalho pare por aí. Caso contrário, você terá que passar a mão no telefone  pesquisar na internet e fazer a sua listinha.
Não abri mão de fazer a minha listinha de profissionais e visitei cada um deles para sentir se rolava uma química. Acredite, química e empatia são quesitos FUNDAMENTAIS a serem considerados por você e seu respectivo. Sim, cara noivinha, seduza e arreste seu noivo para visitar pelo menos o fotógrafo e o cinegrafista, afinal ele vai se negar a fazer essas visitas  CASAR e ser filmado e fotografado tanto quanto você, considere a opinião dele.
Outro ponto a ser considerado é o orçamento. Sei que certos trabalhos não tem preço e nada paga a satisfação de ser bem cuidada e amparada, mas no mundo real nós temos contas e despesas a pagar e uma verba disponível.
 
Então nessa equação da escolha dos profissionais que os noivos irão contratar, os dois elementos a considerar são: empatia e orçamento.
Parece difícil ponderar esses dois fatores, né?! Mas não é não!!! Salvo exceções excepcionalíssimas, é super válido você visitar mais de um profissional e no nosso caso, em algumas situações, na segunda visita nós já tínhamos certeza quem iríamos contratar.
Acredite no seu feeling (sabe aquela de sexto sentido feminino) e se você quer muito contratar alguém que não está muito dentro do seu orçamento, pense numa conversa franca e em negociar. Nesse mundo de business sempre vale a negociação.
De noivinha pra noivinha: de mulher pra mulher faça a listinha e se jogue nas visitas.
Boa sorte!!!