Paris Fashion Week | Zuhair Murad

Na semana de alta costura em Paris, com todos aqueles vestidos mega exclusivos de estilistas renomadíssimos, a gente sempre se pergunta porque não tirou na mega sena da virada. Mas sabe aquela máxima de que olhar não custa nada? Além disso informação e atualização com tudo o que está acontecendo sempre é importante. Então, não tem como deixar passar um desfile de Zuhair Murad na Paris Fashion Week e desejamos ansiosamente conferir esses vestidos em mulheres reais ou quase nos próximos tapetes vermelhos.

E sempre podemos nos inspirar e conferir o que mais cedo ou mais tarde será traduzido para a vida real. Talvez os termos “alta costura” e “vida real” não combinem na mesma frase. Mas o que importa é conferir esse deslumbramento de vestidos.

Sobre a coleção o estilista Zuhair Murad disse: “Tenho muito respeito pelas culturas nativas. Sem eles, não estaríeamos aqui. Eles nos deixaram um patrimônio ilimitado de arte e beleza “. Com essa frase fica mais do que clara a inspiração étnica da coleção de primavera da alta costura do libanês. O designer buscou referências nas culturas dos nativos americanos e das primeiras nações.

O simbolismo e o vocabulário visual das culturas nativas americanas, os Sioux, os Navajos e os Iroquois em particular, estão impressos nos modelos através de pictogramas geométricos e suas formas hiper femininas, franjas e uma paleta de vermelho, branco, ouro e preto.

Você vai desejar esse mistura de luxo com arte étnica, plumas, penas e brilho. Vem ver.

 

Como finalizamos um desfile desses? Com uma noiva luxuosa, indígena e étnica. Vem ver.

Vem mega sena da virada!!!

Paris Fashion Week | Elie Saab

O que dizer de um dia que começa com desfile do muso e estilista libanês Elie Saab? Um dia perfeito, não é mesmo? Essa semana está acontecendo a semana de alta costura de Paris (Paris Fashion Week) e hoje tivemos desfile do designer dos brilhos, luxo e feminilidade Elie Saab e os modelos foram tudo aquilo que a gente espera do estilista: muito brilho e vestidos que são joias.

E já que sonhar não custa nada e referências e inspirações para vestidos de madrinhas, convidadas e mães de noivos nunca é demais. Vamos conferir os destaques do desfile.

A trilha sonora do desfile remetia a um clima de anos 20, depois anos 50, uma coisa meio jazz, meio art deco e o que vimos foi muita plumas, mas muuuuito mesmo; cinturas marcadas pelos indefectíveis cintos finos e uns laçarotes bem exagerados, que provavelmente fazem parte do styling do desfile.

As cores trabalhadas vão do champanhe, passando pelo rosa seco, um tom meio pêssego, azul, vermelho e preto e ainda uma mistura de preto, branco e dourado.

Além de muitas plumas, também temos muitos modelos mulets que são esses vestidos assimétricos, curto na frente e com essa “cauda” na parte de trás.

Detalhe para os acessórios como clutchs com plumas e outras mais estruturadas e os sapatos com plástico transparência.

O desfile não poderia encerrar sem uma noiva resplandecente como as borbulhas do champanhe e eu desconfio que nem uma mega sena da virada pagaria esse vestido de noiva, mas não custa nada ver e sonhar. Confere.

E para finalizar tem vídeo para conferir tudo em movimento e com a trilha sonora para sentir o clima, proposta e inspirações da coleção de Elie Saab.

Zuhair Murad | Alta Costura Primavera 2017

Hello Noivas de Evasê, mães dos noivos e madrinhas!!!

Mais um post para que vocês se inspirem e se informem sobre o que está em evidência na alta costura e para escolher seu vestido de festa. O desfile que vamos conferir é do outro libanês arrasador: Zuhair Murad. O desfile sempre fecha com uma noiva, mas para que o queixo de vocês caia logo no início do post, confiram o deslumbre desse vestido de noiva.

Achei o desfile com uma vibe completamente anos 80, tanto nas formas como nas cores e combinações chamativas. Lembrei de looks de Cindy Lauper, Dadid Bowie e os muitos babados lembraram o shape das mangas bufantes. Laços enormes, ombros levemente estruturados, meias calça fina, tudo me lembrou os anos 80. Alguns cintos largos me lembraram claramente um que minha mãe tinha!!! Vibe oitentista e nostálgica. Será que Zuhair Murad assistiu Stranger Things? Confesso que quando vi as fotos não gostei muito de alguns modelos, mas quando conferi o vídeo, me apaixonei pela coleção inteira. Nada como ver tudo em movimento, fluidez, balanço e muito brilho. Portanto, apertem o play para o encantamento!!!

Pois é, mas Zuhair Murad não se inspirou em nada disso. Na verdade a inspiração veio de um show pirotécnico que o estilista assistiu no Japão. Entendo pois de fato alguns modelos parecem um céu com fogos de artifício, mas não captei essa mensagem na maior parte dos modelos.

De qualquer forma quem ama vermelho, azul, preto e verde esmeralda e combinações com cores fortes como vermelho e fúcsia, vai amar de paixão. Tomei a liberdade de deixar meus modelos favoritos em destaque. Inspirem-se e confiram tudo.

Na minha muito humilde opinião o grande destaque do desfile foram os modelos apresentados pelo estilista Zuhair Murad nas cores branca, off white ou marfim, não esqueça que até o branco tem 50 tons. Confere e me diz se não está um deslumbre.

E aí, curtiram? Qual o favorito???