Casamentos Reais | Casamento junino Cláudia e Bruno

Hello Noivinhas de Evasê!!!

Como estão os sonhos e os preparativos do casório?! Vocês tem pesquisado muita coisa diferente e inovadora?! Deseja um casamento que seja absolutamente com a cara dos noivos?!

Esse post é especial – e super giga – e conta uma história de amor e um desejo enorme de fazer um casamento único e que fosse totalmente com a personalidade dos noivos que amam a cultura nordestina e o São João.

Como vocês vão perceber no depoimento da noiva, não foi uma tarefa nem um pouco fácil, realizar um casamento com a identidade do casal e que foge do padrão tradicional e clássico e que exigiu uma força tarefa dos noivos e de toda a família. Toda meeesmo!!! O casamento da Cláudia e do Bruno foi praticamente um DIY familiar, ou seja, um faça você mesmo que reuniu as famílias provando que no casamento 2 famílias se tornam uma só!

A Cláudia e a mãe fizeram uma enormidade de coisas lindas e típicas da cultura nordestina, como: garrafinhas com doce de leite decoradas; guardanapos com viés de chita; porta guardanapo com flor de chita; caixetas de tela escócia decoradas com fitas e flores coloridas; gaiolas em scrap e chapéus de cangaceiros em EVA que foram distribuídos entre os convidados.

As lembranças dos padrinhos foi um kit viagem, cuja bolsa foi feita pelo primo da noiva, que personalizou os fracos com a ajuda da prima. E os noivos fizeram copos de cachaça personalizado e corte das gaiolas para os pães de mel recheados.

Vamos ver alguns detalhes dessa linda decoração de casamento junino:

decoração casamento junino (1)

decoração casamento junino (2)

decoração casamento junino (3)

decoração casamento junino (4)

decoração casamento junino (5)

decoração casamento junino (6)

decoração casamento junino (7)

decoração casamento junino (8)

decoração casamento junino (9)

decoração casamento junino (10)

decoração casamento junino (11)

decoração casamento junino (12)

Casamento junino

A data escolhida para o casamento foi 13/06/2015, claro na data de Santo Antônio, o santa casamenteiro. Uma celebração que reuniu 250 convidados e 36 crianças. A Cláudia teve um cuidado todo especial com as crianças e por isso pensou em proporcionar coisas legais para que elas pudessem brincar e se divertir.

E quem conta agora todos os detalhes de como foi planejar e executar um casamento tão inovador é a Cláudia:

Quando meu novo me pediu em casamento em 2012, e sendo eu e ele apaixonados pela cultura nordestina, decidimos: será um casamento temático nordestino.

Mergulhamos nas pesquisas, leituras dos clássicos que retratam nossa cultura, e alguns filmes também, além de visitas a museus em Recife e interior da Paraíba.

Pesquisamos sobre o cangaço e sobre as tradições das festas populares. Lemos Ariano Suassuna, Graciliano Ramos, José de Alencar, um pouco da poesia de João Cabral de Melo Neto, inspirações que nos auxiliaram nas escolhas. Câmara Cascudo e Maria Marluce Gomes influenciaram na escolha do cardápio da festa, certamente itens da mesa do sertanejo estariam lá, presente no nosso grande dia.

Afinco também em pesquisa sobre nossa música. Optamos por um arraial junino, pois nada mais arraigado na cultura nordestina que uma festa de São João e escolhemos Elino julião, Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga, Chico César, Ednardo, Alceu, Sivuca e Petrucio Amorim, para nosso repertório musical.

Caímos em campo para realizarmos os orçamentos, e como o nosso era enxuto, esse foi o primeiro grande desafio.

Encontrar um fornecedor que se dispusesse a realizar esse sonho foi uma tarefa hercúlea. Ouvíamos sempre “olha… faça uma festa tradicional e um espaço temático”, ou “vai ficar esquisito, as pessoas vão estranhar”. E a resposta que dávamos sempre era: Não! Queremos uma festa leve, colorida, alegre, farta, afinal de contas uma festa de casamento tem de refletir a essência do novo casal, como ritual de passagem deve expressar a autenticidade dos dois, e nisso, não cabia um casamento nos moldes tradicionais, não para nós dois.

E os fornecedores diziam que não aceitavam ou cobravam valores em média o triplo do valor para uma festa tradicional e mais uma vez esbarrávamos no orçamento.

Até que 13 meses antes do casamento encontramos um fornecedor que nos atendia em todos os nossos pontos (cardápio, valores e qualidade), porém até ele estranhou um pedido inusitado do noivo: “Na barraca dos caldos quero torresmo, ovo de codorna, queijo coalho e tripa bem sequinha. Espantado o dono do Buffet perguntou, tripa?? E respondemos: Sim, fazemos questão que tenha tripa no Buffet. E a tripa “causou” no casamento. Até hoje as pessoas falam como foi delicioso e como o cardápio era variado e inusitado. E para a minha surpresa a tripa foi a primeira coisa que acabou na festa, meu noivo se lamenta até hoje de não ter comido nenhuma.

Tínhamos outro grande problema: a cerimônia. Como católicos e escolhido o dia de Santo Antônio para selarmos nossa união, descobrimos a impossibilidade de realizar a cerimônia fora do espaço da igreja e decidimos então que realizaríamos uma bênção, pois o sonho sempre foi casar ao ar livre e também de dispensar o deslocamento da igreja para o local da festa, uma vez que grande parte dos convidados vieram de fora do estado. E em um evento de noivas descobrimos um celebrante, o Rev. Markos Leal, e sob sua bênção maravilhosa no desposamos.

Em meio a essa efervescência de referências planilhei durante 8 meses, item a item o que estaria presentes na festa: lembrancinhas (num total de 8 tipos diferentes), bebidas, decoração (muito DIY, além dos itens de decoração de responsabilidade do decorador, eu idealizei muito mais coisas e fizemos em casa itens esses que deram nosso DNA ao evento), doces, comidas, papelaria, identidade olfativa. Tinha muito trabalho pela frente e devido ao volume de itens optei por fazer todas as lembrancinhas, papelaria, doces (exceto o bolo do casamento e o bolo de rolo), licores, mesa de digestivos, forminhas e caixetas florais para doces, guardanapos e porta guardanapos, bonecas de pano. Absolutamente tudo foi feito pelas habilidosas mãos de minha mãe, minha sobra, eu mesma, minha tia Conceição Lemos e pela grande amiga Paula Soares que junto comigo idealizou executou toda a parte de desenvolvimento da papelaria.

Claro que pensei em todos os detalhe, que idealizei como seriam executadas, mas seria humanamente impossível sozinha realizar tudo e algumas ideias foram aprimoradas pelas pessoas que as estavam executando, já que trabalho artesanal é assim, você tem a inspiração mas no momento da execução vão surgindo ideias e mais ideias. O exemplo mais claro as porquinhas dadas como lembrancinha, que a ideia inicial era uma noivinha e um novinho cangaceiro, porém no decorrer da execução foi finamente sofrendo alterações por minha sogra e que resultou nessa fofura que você podem ver nas fotos. Tudo bordado a mão de um capricho ímpar, capricho repetido nas caixas dos banheiros, na decoração final do convite, nas bonecas de pano e nos oratórios tudo executados por ela.

A minha mãe coube a execução do vestido de noiva (os 2 vestidos, o oficial da cerimônia e da quadrilha matuta), todos os guardanapos, as flores gigantes de crepom italiano, sacolinhas de doces finamente decoradas e todas as outras lembrancinhas, além de juntas fazermos as 1700 caixetas de chita, 300 porta guardanapos, todos os biscoitos da mesa sem falar em todos os doces (4000), bem casados, pães de mel recheados e trufas, parte dos licores, tudo artesanal e feito com amor e carinho para nossos convidados. Ufa!!! Cansei só de falar, ainda hoje não sei como demos conta de tudo!

Ahhh, até os convites entraram no tema. Diferenciados, em formato de cordel, contava pouco da história de nós dois.

Depois da bênção religiosa, troquei o vestido tradicional por um vestido de noiva matuta, típico dos casamentos de quadrilha. Bruno meu noivo, vestiu apenas um traje também inspirado no imaginário matuto: uma túnica, calça clara, chapéu de vaqueiro e sapato de couro feito no ponto francês – um detalhe importante de ressaltar é que nossos nossos sapatos eram iguais.

Na recepção, não podia faltar forró. Um trio de pé-de-serra animou os convidados, que também trocaram de roupa para entrar na brincadeira.

Fizemos questão que a festa fosse 100% nordestina, que fosse como as festas de antigamente. As festas eram uma reunião de pessoas e familiares para festejar o surgimento de uma nova família. Era um momento de união onde as duas se envolviam no planejamento e execução da festa e os amigos apreciam para ajudar. Casamento feito a mais de 20 mãos. E foi desse jeito mesmo, conseguimos manter mais essa tradição..

E a festa teve tudo que a data pede um verdadeiro arraial junino com direito quadrilha matuta, bandeirolas, cenário de festa de casamento em cidade do interior e até barraquinhas de comidas típicas inspiradas nas festas de São João de suas cidades : Parque do Povo, sede do Maior São João do Mundo, em Campina Grande e Buraco do Prefeito onde acontece o São João Mais antigo do Mundo em Assu RN.

Genteeee!!! Não é o máximo??? Eu também fico cansada só em pensar em executar isso tudo, mas o resultado não poderia ser mais inovador, com a cara dos noivos e cheio de amor. Vem conferir!!!

casamento junino (1)

casamento junino (2)

casamento junino (3)

casamento junino (4)

casamento junino (5)

casamento junino (6)

casamento junino (7)

casamento junino (8)

casamento junino (30)

casamento junino

casamento junino (9)

Casamento junino

casamento junino (15)

casamento junino (16)

casamento junino (17)

casamento junino (19)

casamento junino

casamento junino (21)

casamento junino (22)

casamento junino (23)

casamento junino (24)

casamento junino (26)

casamento junino

Local: João Pessoa/PB – Fornecedores desse casamento – Cerimônia e Recepção: Chácara NBS – João Pessoa | Celebrante da cerimônia religiosa com efeito civil: Ver. Markos Leal | Buffet, Decoração e iluminação: Finesse Festas | Música cerimônia e música ambiente Voz e Violão: Willian Araújo | Área infantil/Pula-pula/piscina de bolinhas e coordenadores infantis: Finesse festas | Trio sanfoneiro: Seu Ataíde – Santa Rita PB | Sonorização: PBYX Eventos | Cabelo e Maquiagem: Andréia Flavia Paiva Instituto de Beleza | Vestido da cerimônia e vestido da noiva da quadrilha matuta: Mãe da noiva | Sapatos dos noivos em ponto Francês: Artesão da cidade de Cabaceiras/PB | Fotografia: Estúdio Clarissa Costa Fotografia | Filmagem: C2P filmes | Mesa de Drinks: Jordan Barman | Papelaria e identidade visual: ABD scrap.me | MDF Personalizados: ABD scrap.me | Identidade olfativa e Kit lavabo: Difusor, home spray, sabonete e Álcool gel personalizados – ABD scrap.me | Convite dos padrinhos e personalização das canecas: ABD scrap.me | Placas Indicativas com Chita: Mãe do noivo | Convite Cordel/Arte: Menina de Engenho | Impressão, montagem e decoração do Convite: Noiva, Noivo e Sogra – Edilma Castro | Pintura das garrafas e quadros porta retratos de Chita: Conceição Lemos – Tia da Noiva | Rosas de Papel crepom gigantes: Noiva e mãe e da noiva | Mesa de Digestivos (Licores cremosos de chocolate e maracujá – noiva, Licores de Jenipapo e Jabuticaba – Vó do noivo), Laranjas cristalizada com chocolate amargo, Raivinhas, Frio Chinês (biscoito caracol de queijo), casadinhos de goiabada, docinho de uvas passas em rama recheadas com brigadeiro de Rum Jamaicano – Mãe da noiva; Empoeirados de chocolate belga amargo e empoeirados de chocolate belga branco com Limão siciliano e cerejas trufadas – noiva | Bolo de Rolo: Minhas Tentações Bolo de Rolo Andréia Recife/PE | Doces: 4000 docinhos nos sabores: Brigadeiros Gourmet, Brigadeiro branco, Brigadeiro Napolitano, Brigadeiro de milho, Brigadeiro de Farinha Láctea, Brigadeiro casadinho, Olho de sogra, Brigadeiro Romeu e Julieta, Brigadeiro de Leite ninho e Nutella, Surpresa de uva, Brigadeiro de castanha de cajú, Camafeu de nozes, Beijinho, vulcãozinho de Amendoim | Lembrancinhas e demais itens de decoração: Casal de Porquinhos – Lampião e Maria Bonita/Decoração das garrafas de Cachaça/Bonecos de Pano e Maletas dos Banheiros e estandartes: Mãe do noivo.

Noivinhas que festão nordestino, não foi!? Cláudia e Bruno parabéns pelo amor, pela união e por um casamento tão rico de detalhes e da personalidade de vocês. Muita inspirações e obrigada por compartilhar com o Noiva de Evasê!!!

Felicidade aos recém casados!

Casamentos reais | Amanda e Jefferson

Amo casamentos temáticos, na verdade o que amo de fato é o casal por trás do tema. São os sonhos, o planejamento, a curtição, a ansiedade para fazer acontecer e a expectativa que o dia chegue perfeito. Mas é a personalidade dos noivos que faz a diferença, que faz o tema ter alma e algo pra contar.

Então imagine um par com alma de roqueiros, contando a história de amor da noiva jornalista que escreve sobre música e que vai casar com o noivo que toca numa banda essencialmente roqueira. Imaginou?! Agora pense num dia perfeito para essa noiva quebrar estereótipos e casar de all star roxo, buquê de botões e sem véu e grinalda, porque isso não combina com ela. Esse dia perfeito foi sábado passado, no dia 13.07 dia mundial do Rock.

Amanda e Jefferson deixaram fluir o que são, num casamento cheio de mínimos detalhes com referências rock n’ roll dos docinhos ao bolo do casamento, contagiando familiares e amigos que sabem e sentem que nos corações daqueles roqueiros tem um grande espaço reservado ao amor.

1 1a 2 3 4 5 6 6a 6b 6c 7

8

7a 8a 9 10

18

12

11 13 14 15 17 19 20

16

21 22

Quem fez – Bandas: Quarteto Brasiliano e Banda Deckadas | Bem Casados: Dulce Doces | Bolo e Buffet: Patrícia Pontes | Decoração, lapelas e buquês: Alice Souza | Doces personalizados: Doce Jujuba Brigadeiria | Doces: Anna e Cláudia | Dia da noiva: Valda Cabelos | Vestido da noiva e damas: Bellas Maison | Iluminação e som: W Áudio | Cerimonial, convites e kit lavabo: RKM Cerimonial | Topo do bolo: Mari Artes | Fotos: Nise Ana (84 8722-1899).

Super agradeço aos noivos (casadíssimos) por compartilharem conosco essa história tão vibrante e desejo muito mais amor e harmonia para continuar no rock de todo dia.

E se vocês querem dicas para emagrecer (quem não quer?!?) com reeducação alimentar e atividade física, a Amanda tem um blog massa em que contou como foi a jornada de noiva para emagrecer até o casamento e muitos outros posts sobre os preparativos e a ansiedade típica da fase. Acessem o Operação Casório.

Casamento inspirado no Circo

Hoje tem marmelada?! Tem, sim Senhor!!!

Hoje tem casamento?! Tem, noivinha!!!

Quando penso que já vi toda a criatividade de que uma noivinha é capaz, vem lá um casal que ama o circo e faz um casório com decoração toda inspirada no circo!!!!

Os casamentos temáticos não são muito populares aqui no Brasil, mas acredito que não demora para uma noivinha brasileira inventiva e criativa, ousar e inovar com um casório com um tema central.

Um casamento inspirado no circo só poderia ser super alegre e divertido. Cores vibrantes como vermelho e amarelo ajudam a compor a atmosfera circense, para suavizar: doses de branco.

Confira que casamento tão fofo e de alegria contagiante!!!

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24

O máximo!!!!

Inspire-se.

Imagens Megan Thiele Studios