Casamento ao ar livre | Suzana e Pedro

Hello Noivas de Evasê!!! O casamento de hoje está muito lindo, muito emocionante, tanto que até segurei uma lagriminha ao sentir toda a emoção  e saudade da noiva Suzana. Além de transbordar amor e emoção, esse casamento ao ar livre e com muita folhagem, está repleto de inspirações que estão alta para 2017.

O grande dia da Suzana e do Pedro aconteceu aqui em Natal/RN, no dia 21/01/2017 e eu, como sou de humanas, não tenho muita capacidade de compreender as razões duas pessoas amarem tanto a Física a ponto de fazer um doutorado e a Suzana acha até que os dois são muito diferentes. Mas nessa equação, o amor é o resultado exato que une os dois. Não entendeu? Nem eu, falou física eu já corri, então a Suzana conta tudo:

História de Amor

Ele é fluminense e eu paraibana, ele é Flamengo e eu Vasco, ele é do rock e eu MPB, ele é 110 e eu 220V, ele prefere escutar e eu falar, ele é calmaria e eu agitação. Já viu que somos bem diferentes, não é? Rsrsrs.. No início, poucas coisas eram comuns aos dois. O que nos uniu, em um primeiro momento, foi o fato de sermos das exatas, ele Astrônomo e eu Física. Conhecemo-nos no doutorado em Física (UFRN), eu entrando e ele saindo. Tinha tudo para não dar certo, mas fizemos de tudo para que desse. Começamos em Outubro/Novembro de 2013 e em Dezembro ele precisou voltar para o Rio para terminar a tese de doutorado. Conversamos e decidimos que faríamos o possível por nosso relacionamento, mas como com uma distância de quase 3000 km nos separando? Não sei, mas tentamos. E não é que deu certo! Ele defendeu seu doutorado em Fevereiro de 2014 e infelizmente não conseguiu o pós doc por perto. Foi felicidade e sofrimento, pois não tínhamos perspectivas de estarmos juntos. Foram 18 meses separados, ele em Niterói e eu em Natal, nos víamos mais ou menos uma vez por mês e o nosso bolso sofria com isso (rsrsrs). Foi quando surgiu um concurso na UFRN, era a oportunidade que tínhamos naquele momento. Ele se dedicou, passou e a felicidade não cabia dentro da gente. Desse ponto em diante conseguimos fazer planos.

O pedido de casamento veio depois de um dia inteiro de trabalho e um convite inusitado para almoçar num lugar legal, com a Suzana com look de universidade, mas chegando no restaurante ela logo percebeu que tinha algo mais: “Ele começou a falar coisas bonitas e eu, comigo, já comecei a imaginar o que seria e a suar (quando fico nervosa me acontece isso). Bem, ele me pediu em casamento, ali no Nau, eu com Havaianas roxas e um sorriso de orelha a orelha. A surpresa não foi só essa. Ele me deu um anel lindo de morrer no restaurante e chegamos em casa, ele me deu outro. Recebi dois anéis de noivado.”

Os Preparativos

Seguiram os preparativos e não foi nada fácil para uma noiva finalizando um doutorado em… Física, mas a primeira decisão foi o local do casamento:

Antes imaginava casar na praia, em frente ao mar, mas quando comecei a procurar e ver preços, desistimos. Tudo muito caro e aquelas vendas meio casadas. Foi aí que uma amiga me colocou em um grupo de noivas, o qual Luanna (Macamirim Eventos) entrou em contato comigo perguntando se eu conhecia o espaço dela. Não dei muito cabimento, até ver as fotos. Morri! As fotos eram lindas, nunca vi daquele jeito. Quando fomos ver pessoalmente, não tivemos dúvidas que seria lá. Eu me apaixonei pelo espaço, pela grama… por tudo! Ela nos deu 5% de desconto a vista, mas se não tivéssemos pago assim, poderia pagar parcelado até o casamento. SUPER INDICO!

Decidido o local para o casamento, veio a jornada de escolher e contratar os fornecedores:

Imagine você na reta final de um doutorado, organizando um casamento e procurando uma casa? Foram muitos finais de semana nos dedicando. Felizmente Luanna, com seu bom gosto incrível, nos ajudou demais. Eu nunca teria como agradecer. Ela conseguiu deixar um pouco mais leve a busca por fornecedores, produtos e facilidades.

E a Suzana ainda teve o buquê desconstruído como sempre sonhou: “Durante esse ano de preparações para o casório, Luanna começou a fazer cursos com flores, por causa do desejo dela de montar uma floricultura e eu, como boa noiva, que sabia as belezuras que ela era capaz de fazer, passei um ano inteiro insistindo para ela fazer o meu bouquet, desconstruído como sempre sonhei. Nas últimas ela aceitou, eu mostrei minhas inspirações e ela fez arte.”

O Grande Dia

Quando o dia do casamento chegou, todas as emoções tomaram conta do coração da Suzana, mas ela não estava preparada para tudo. O casamento é algo tão intenso, que a cada momento um novo turbilhão de sentimentos tomava conta do dia tão mágico da Suzana e do Pedro e ela listou os momentos mais especiais que a fazem chorar apenas por lembrar:

Convidei o pai de Pedro para me acompanhar na entrada. Foi tudo feito em segredo. Ninguém sabia. Foi uma grande emoção para mim, para o pai, para Pedro e para os convidados. Ouvi vários comentários sobre isso e quando recebi as fotos do fotógrafo, percebi as pessoas chorando na entrada da noiva.

Os votos foram feitos de próprio punho e no momento da leitura percebemos a sintonia entre a gente. Falamos praticamente as mesmas coisas, cada um do seu jeito. Foi lindo e me emociono sempre o lendo.

Pedi para colocarem uma cadeira, com a foto da minha mãe e lírios (que eram as flores que ela mais gostava). As pessoas que me conhecem sabem o quanto minha mãe foi um exemplo para mim e tudo que eu sou hoje, devo exclusivamente a ela. Sempre sonhei que minha mãe pudesse ver quem eu me tornei, ver que segui, mesmo diante das dificuldades, acompanhar a formação da minha família. Então para amenizar a ausência, tive a ideia do quadro e ele representou muito para mim. Por várias vezes durante a cerimônia eu olhei para a foto dela e me senti um pouco mais confortada.

Impossível descrever tanta emoção, não é verdade??? Mas não parou por ai e teve mais:

Eu fui surpreendida pela minha tia, antes de jogar o bouquet. Ela pediu o microfone para falar. Falou coisas bonitas e o que eu fiz? Chorei (eu sempre choro..rsrsrs). Ela me deu um anel, que estava com a minha mãe antes dela falecer. Esse anel, que foi meu quando criança era o anel do ABC e minha mãe o usava. Receber esse anel, que eu não tinha mais conhecimento dele, foi tão emocionante, me trouxe tantas lembranças boas, saudades e o sentimento gratidão tomou conta de mim. Sou grata a minha mãe por tudo que ela fez, por toda a trajetória dela para me transformar numa pessoa de bem.

Realmente acho que nenhum convidado se conteve nesse casamento repleto de amor, emoção e saudade da Suzana e do Pedro. Vem ver.

A festa

Depois de todas as emoções da cerimônia, chega o momento de celebrar e vibrar intensamente pela união dos noivos. E os convidados não pouparam energia e animação:

O destaque foram os convidados. A festa só foi a melhor festa do mundo porque nós tínhamos os melhores convidados do mundo. Pessoas que vieram de longe, de vários estado, para prestigiar esse grande momento. Eu e Pedro ficamos imensamente felizes por ver os nossos amados e queridos amigos e familiares.

Que casamento super emocionante e mega animado, não foi? Para quem quer a receita para um casamento com esse intensidade, a noiva deixa a dica.

Dica da Noiva

Eu quero dizer as noivinhas quem estão lendo, que todo estresse, dor de cabeça e bolso vazio, vale a pena quando percebemos a dimensão do dia do casamento. É um sonho que se torna realidade, é o amor compartilhado, é família unida, são os amigos do coração ali, compartilhando o dia mais importante da sua vida. Eu faria tudo outra vez, se fosse necessário. Uma dica muito importante: Uma vez definidos, confie nos seus fornecedores. Não centralize tudo, pois isso é uma sobrecarga grande. Divida as responsabilidades e encontre uma assessoria fantástica, como a minha.

Muitíssimo obrigada aos recém casados por compartilharem o casamento com o blog Noiva de Evasê e tenho certeza que a mãe da Suzana está muito feliz por tudo o que a filha conquistou e pela família cheia de amor que irá construir. Felicidades ao casal.


Guia Noiva de Evasê

Recepção: Macamirim Eventos | Site de Casamento dos noivos: iCasei


Fornecedores desse Casamento
Recepção: Macamirim Eventos | Site de Casamento dos noivos: iCasei | Acessórios da noiva: Brincos e anel: Morana (Shopping Midway) | Acompanhamento make: Helena | Aliança: Vivara |  Assessoria: Luanna Santa Rosa | Lua de mel: Resort na praia de Serrambi – PE | Bebidas: Cerveja Brahma Extra – Nordestão, Espumantes Aurora – Sams Club, Uísque Red Label – Carrefour | Bem-casados: Cinthia Goes | Beleza da noiva (cabelo e maquiagem): Helenaquefez beauty | Bolo do casamento: Layout, a noiva; fabricação, Café Brigadeiro | Buffet: Fátima Buffet | Buquê de flores: Luanna Santa Rosa | Celebrante: Amigo do casal, Marcos | Cerimonial: Triunfal Cerimoniais e Eventos.| Chocolates: Eliza Sarmento | Convite: Estúdio Fina Flor | Decoração da festa: Casa Azul | Dia da noiva (local): Pousada Macamirim | Docinhos e chocolates: Eliza Sarmento | Figurino do noivo: Mazzini | Filmagem: Arpoador Filmes | Fotografia: Rafael Tavares | Guardanapos personalizados: Fátima Buffet | Gerador: AR Geradores | Hotel das núpcias: Pousada Macamirim | Iluminação: Baobá Iluminações | Lista de presentes: Camicado, Etna e Ponto Frio | Receptivo: Café Quarteto | Música ao vivo: Banda 3Passos e Forró chapéu de paia (Reynaldo) | Música da cerimonia: Café Quarteto | Papelaria e identidade visual e placas com frases: Estúdio Fina Flor | Projeto de decoração da festa: Lara da Casa Azul |  Roupão personalizado (noiva e mãe da noiva): Emprestado (Luanna Santa Rosa) | Suporte das alianças: Belle Decor | Sapato da noiva: Loja Dona Rosa | Sapato do noivo: Viggo | Sonorização: Banda 3Passos | Vestido da noiva: Maria Fernanda Bueno | Segurança da recepção: Macamirim | Convite padrinhos: Estúdio Fina Flor | Lágrimas de alegria: Triunfal Cerimoniais.

Casamentos reais | Patrícia e Felipe

Vou começar chovendo no molhado e me desmanchando de amores por casamentos durante o dia, especialmente pelos casórios ao entardecer!!!

É tão romântico e parece tão livre, os convidados me parecem mais soltos e com ânimo para vibrar durante o dia inteiro pela felicidade dos noivos.

Os amigos e familiares da Patrícia e do Felipe se entregaram ao amor e ao clima campestre e romântico da cerimônia e celebraram de uma forma contagiante o amor desses noivos, que transparece no olhar de cada um, no semblante emocionado e no sorriso de quem está para se entregar ao amor de uma vida para a vida toda.

Vem ver que lindo esse casório em Valinhos/SP e inspire-se!!!

1 2 3 4 5 6 7 7a 8 8a 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28

dança 29 30 31 32 33 34 34a 35 36 37 38 39 40 41 42

Quem fez – Assessoria: Saber Fazer Eventos/Kelly dos Santos | Fotos: Luiza Marques | Making of: Flavio & Claudia Cabelos Valinhos | Cerimônia e Recepção: Condominio Sans Souci, Valinhos/SP.

Gente que festão animado, não foi?! Pra deixar a pista sempre cheia e animada, o segredo é a presença contagiante dos noivos.

Quero agradecer aos noivos e desejar muito mais amor e harmonia ao casal 😉

Casamento vintage com balões e vinis

Olá, noivinhas de evasê, foram às ruas?! Estão acompanhando os protestos?!

Esse blog não é sobre política, mas como brasileira e cheia da corrupção e da falta de investimento nas necessidades básicas da população como educação, saúde, segurança e infra-estrutura básica como saneamento básico, estradas e uma série infindável de outras coisas, apoio incondicionalmente os protestos. Apoio as manifestações pacíficas e sou contra os excessos de ambos os lados: da polícia e dos manifestantes. Lastimo que, por conta de alguns, um movimento tão legítimo seja rotulado como baderna e também lamento os atos de vandalismo. Porém, o que importa é que #ogiganteacordou e estarmos cientes dos nossos direitos, por mais que alguns queiram cerceá-los.

Enfim… voltando ao conteúdo rotineiro do blog, quero dizer a vocês que fico super feliz quando recebo um email de uma noivinha dizendo que se inspirou em ideias, referências ou sugestões dadas aqui no Noiva de Evasê. Também fico super feliz quando consigo esclarecer algumas dúvidas, porque essa vida de ser noiva é muito aflitiva e com muita ansiedade, às vezes a gente precisa de alguém que dê uma luz as nossas cabecinhas.

Aqui no Noiva de Evasê você pode encontrar de tudo: do casamento tradicional e luxuoso ao casual no jardim. Todos os noivos tem um sonho e um estilo e aqui tem lugar para todos. Democracia um beijo pra você!!!

Essa sugestão de decor é para os noivinhos que curtem um casamento casual, numa pequena capela e com inspiração vintage com um pezinho nos anos 80, ou melhor, no tempo do vinil.

Conhece o vinil?! Conhece o LP?! Era um bolachão preto que você colocava na vitrola e ouvia música.

Você que é da geração do Ipod Shuffle, que o perde por aí de tão pequeno, saiba que já se ouviu música dessa maneira. Eu lembro muito, muito vagamente desse tal de vinil (mentira hahaha).

Noivinhos nostálgicos inspirem-se nessa ideia e, além do vinil, coloquem balões de hélio na decoração do casamento.

Fica lindo. Vem ver!!!

1 2 3 4

4a 4b 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15

Amei o buquê de girrasóis