Luto

O blog não terá postagens até a segunda-feira. Ficará em luto pela perda da vozinha do meu amor.

 

João 5.24
Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.

Véu ou mantilha?

Se tem um momento que a gente se sente mesmo noiva é quando colocamos o véu (quando fiz a prova de um vestido e colocaram o véu quase chorei).

Você já decidiu se no grande dia vai usar véu ou mantilha?! Mas, noivinha, você sabe a diferença entre véu e mantilha.

Consultei os universitários e descobri que o véu é um adorno em tecido leve, tipo tule, que cobre a cabeça e que pode ser curto ou longo. Porém, é preciso seguir algumas regrinhas básicas para utilizá-lo.

  • Primeiro é importante decidir o horário do casamento. Se for durante o dia ou à tarde, você deverá usar um véu curto, que pode terminar nos ombros ou descer até a cintura. É o tipo mais informal e mais adequado para cerimônias ao ar livre, como praia e campo.
foto: Toole Art Photography
foto: Three Nails Photography
  • Se o casamento for à noite e nesse caso a cerimônia é mais formal, opte pelo véu longo que acompanha o corpo inteiro, terminando no chão. Quando o casamento for numa pequena igreja ou capela evite os véus muito volumosos, mas se a cerimônia for numa catedral, você pode escolher um véu mais encorpado.

 

  • Outras dicas importantes: se a noivinha tem um rosto muito fino, pode utilizar um véu com mais volume e armado, caindo nas laterais do rosto. Se o rosto for mais cheinho ou redondo, o melhor é um véu fino, sem volume, apenas emoldurando o rosto.

O véu pode ser bem simples, sem qualquer detalhe, mas pode ter algum acabamento especial em cetim ou bordados com pérolas.  Nesse ponto é preciso ter cuidado para não ficar over, se o vestido já tem muitos detalhes é melhor escolher um véu simples e vice versa.

Noivas baixinhas (levanta a mão 0/) devem evitar cabelos soltos para não achatar a silhueta e em noivas muito altas o melhor é usar um coque baixo (como os das bailarinas) com o véu colocado abaixo.

foto: Le Bonne Fleur
foto: Kristin Byrum Photography

Sim já entendi o que é o véu, mas e a mantilha?

A mantilha tem a mesma função do véu, porém  é uma peça bem mais pesada e trabalhada que o véu, que é sempre leve e esvoaçante. Geralmente é uma peça de renda, mas também encontrada em tule com aplicações de renda. É um adorno artesanal e muitas vezes passada de geração à geração.

A mantilha é colocada  na cabeça e como é mais pesada, fica mais rente ao rosto e o corpo.

É preciso ter um cuidado redobrado ao usar a mantilha, pois por ser uma peça super suntuosa, o vestido deve ser mais simples, sem muito rebuscamento. Se a mantilha for de renda, deverá ser a mesma usada no vestido; ou, que o vestido não tenha detalhe em renda ou bordado.  O mais correto, nesse caso, é a noiva escolher primeiro a mantilha e depois o vestido

As mantilhas por serem peças antigas que passam de avó para mãe e filha, são difíceis de encontrar num tom totalmente branco. Por isso, o vestido da noiva deverá acompanhar a cor da mantilha, geralmente num off white.

foto: Katherine Nagel

E como é que fica a cabeça da gente com todas essas opções??!!

E ainda não acabou. Aguarde próximo post sobre grinalda e voilette.

E não sei o que vou usar. Help me!!!!