Chá Bar

Oi galerinha tudo bem??!!

Sentiram falta de posts no #NDE esses dias??!! Juro que foi por uma boa causa, mas depois da semana super linda com as novas coleções de Oscar de La Renta, Monique Lhuillier, Carolina Herrera, Vera Wang e Marchesa, precisei de uma mini pausa para me dedicar ao meu amor.

O assunto do dia é: CHÁ BAR!!!

Nós ficamos pensando em mil e uma ideias para temas e decoração de chá de lingerie, de panela ou o pangerie (lingerie + panela) e às vezes esquecemos que nossos noivos estão doidos é pra participar de tudo isso.

Uma maneira ótima de fazer isso é o chá bar. Muitos casais preferem esse tipo de comemoração, porque dá pra reunir a turma toda, as amigas da noiva, do noivo e alguns parentes.

A ideia central é bem parecida com o chá de panela/lingerie. A organização pode ficar por conta de alguma madrinha/padrinho ou irmão(ã) dos noivos ou mesmo o casal pode arregaçar as mangas e botar a mão na massa pra fazer o chá bar acontecer.

Para o tema do chá bar, decoração, comidas e bebidinhas, vale deixar a criatividade fluir. Tem um post ótimo com dicas para chá de panela que super serve e você pode ler nesse post.

Mas como é que a gente faz pra reunir esse povo todo?!

Há basicamente duas formas de juntar a turma:

  • O noivo e a turma do bolinha chega na segunda parte da festa. No primeiro tempo somente a noiva e as amigas fofocam e curtem juntas, funciona como se fosse um chá de cozinha;
  • Todo mundo junto e misturado durante todo o chá bar e as brincadeiras bem típicas do chá de cozinha são feitas com o casal de noivinhos.

Alguns casais ou os organizadores do chá bar fazem uma listinha de itens básicos de cozinha e bar para que os convidados possam presentear os noivos.

Os produtos devem ser realmente aqueles que não faltam na cozinha e no bar da casa, como por exemplo:

  • abridor de latas;
  • açucareiro;
  • bacias de plástico;
  • batedor de carnes;
  • cortador de queijo;
  • cumbucas para aperitivos;
  • descaroçados de azeitonas;
  • espremedor de batatas;
  • faca de pão;
  • frigideiras;
  • garrafa para geladeira;
  • isqueiro;
  • jogos americanos;
  • limpador de garrafas;
  • moedor de pimenta;
  • pá de lixo;
  • queijeira;
  • ralador;
  • saca-rolhas;
  • tábua de carne;
  • vassoura.

Rolou mini lista de presentes, não foi?! Então vale imprimir!!!

E aguardem o post III sobre a lista de presentes do casamento.

Beijo suas lindas!!!

 

Sobre o meu vestido de noiva

Se vocês estão esperando alguma referência ou inspiração do meu futuro vestido de noiva esqueçam, até porque meu futuro marido  lê o blog e jamais em tempo algum nunca no Brasil, ele pode sonhar ou imaginar ou cogitar em ver um esboço do vestido!!!

Mas preciso abrir meu coração com vocês sobre a emoção de provar um vestido de noiva!!!

Primeiro: fiquei bege de bolinhas nude como um vestido pode ser tão pesado e como é importante alguém para nos vestir (principalmente se vocês são do meu time: daquelas que já rolaram escada abaixo!!!).

imagem: Caroline Tran
imagem: Paperlily Photography

 

Minha experiência: a vendedora me ajudou a colocar o vestido, fez um coque rápido, trocou meus brincos, colocou um véu, um salto alto, me botou no palquinho, apagou as luzes e acendeu uma luz pontual sobre mim.

 

 

<PAUSA DRAMÁTICA>

Meninas a luz se fez na minha vida!!!!!!!!!!!!!! Eu já estava pronta pra casar.

Antes de chegar nesse ponto de provar o vestido, pesquisei milhões de referências e inspirações e tinha mais ou menos uma noção do que queria e do que não gostava. Quando cheguei na loja, já sabia pelo menos o que não queria e isso ajuda muitíssimo pra selecionar entre zilhões de vestidos!!!

Também é importantíssimo você ter uma noção do que favorece seu corpo e o que fica bem para sua silhueta.

Provei alguns e essa emoção que descrevi só senti com um único vestido. Porém, ele não ficou perfeito no meu corpo, precisaria de alguns ajustes e isso me deixou muito insegura, também fiquei com receio pela antecedência que estava fazendo a prova e já sair comprando. Na época faltava mais ou menos uns 8 meses, de novo não me senti segura.

Na minha cabeça o vestido de noiva não é qualquer vestido pra sair comprando e depois… sei lá…trocar.

Então decidi que aquele vestido que idealizei, precisaria ser feito sob medida.

Nessa semana vivi uma outra emoção ao tirar as medidas e acompanhar o início da construção do meu vestido!!!

Acho que só quem casou ou está vivendo a mesma fase que eu pode entender o que para alguns pode ser uma grande bobagem.

Mas esse espacinho é pra gente sonhar e falar sobre essas coisas que aquecem o coração de uma noivinha, não é mesmo??!!

Prometo post detalhado sobre todas as fases da concepção do meu vestido. Porém, entretanto, contudo, todavia, vocês terão que esperar até setembro, porque né… o meu futuro marido lê o blog e jamais em tempo algum nunca no Brasil, ele pode sonhar ou imaginar ou cogitar em ver um esboço do vestido!!!

Beijo suas lindas!!!