Desmistificando o voilette

Olá minhas noivinhas queridas!!!

Faltam pouquíssimos dias para que deixemos de ser colegas. Passarei para o outro lado, mas serei solidária e continuarei firme e forte tentando ajudar vocês nesse mar de dúvidas que é o casamento.

A pergunta de hoje é da Rafaella que deixou um comentário no primeiro post sobre voilette e consegui captar a angústia que ela está sentindo para decidir o estilo de noiva e as dúvidas que tem sobre  o uso do voilette.

Meninas não tenham medo do voilette!!! Ele não morde, nem vai puxar o pé de vocês durante a noite.

Sei e compreendo muito bem que pode parecer uma novidade ou modismo, mas não é!!! O voilette é um véu como outro qualquer. Você deve apenas ter o cuidado em compor o visual como um todo. Da mesma forma que faria com um véu normal.

Pode à noite? Sim.

Pode durante o dia? Sim.

Pode num casamento sofisticado? Sim.

Pode num casamento campestre? Sim.

Pode num casamento praiano? Sim.

E também é perfeitamente possível usá-lo com vestidos longos, curtos, de renda, de cetim, tomara-que-cai, de um ombro só, de costas nuas, de tule, com corte sereia, godê, evasê… Ou seja, pode quase tudo.

Não há regras fixas para o voilette.

Há um espelho a sua frente e uma única regra: menos pode ser mais!!! Se algo em sua produção de noiva parecer exagerado, retire o acessório qualquer que seja ele ou então substitua-o por algo mais discreto.

E isso é válido para o véu tradicional, para mantilha, voilette ou outros acessórios como brinco, colar ou pulseira.

Mas lembre-se: se você for ousada, exagerada, do tipo que gosta de caprichar nos acessórios e isso faz parte do seu estilo, não tenha medo de também exagerar, mesmo que esteja usando um voilette.

Imagem Autumm Burke
Imagem Elizabeth Messina Photography
Imagem Jill La Fleur
Imagem Jason & Anna Photography
Jason & Anna Photography
Imagem Justin & Mary
Imagem Justin & Mary
Imagem Justin & Mary
Imagem Vining Photography
Imagem SimplyBloom
Imagem SimplyBloom
Tinywater Photography

Qual a minha opinião sobre o voilette?! É lindo, fotografa super bem e combina com vários estilos de noiva. Da moderna à clássica. Da despojada à sofisticada. Da romântica à sensual.

Quando você estiver montando (e pensando) na sua produção de noiva, teste os acessórios, pesquise milhares de imagens e assuma quem você é e deixe fluir o seu estilo para o dia do casamento.

Se eu fosse usar esse véu – já fica a dica de que não serei uma noiva de voilette – usaria de uma forma mais clássica e com poucos acessórios, porque esse é o meu estilo.

Se a noivinha está com medo de ousar na produção, talvez seja por não ser uma pessoa ousada. E se você não é assim, não deixe para ser no dia do casamento, pois parecerá estranho e não combinará com a sua personalidade.

É isso Rafa. Espero ter ajudado você e mais alguém e qualquer coisa é só chamar.

Beijos noivinhas.

ATUALIZAÇÃO!!!

Afirmei que não há regras para o uso do voilette, mas uma pergunta que surgiu nos comentários lembrou-me da única regra sobre o uso desse veuzinho lindo.

Não se pode usar o voilette e outro tipo de véu ao mesmo tempo. A noiva deve optar entre a mantilha, o véu tradicional e o voilette. Um excluirá o uso do outro.

Todavia, entretanto, contudo, muitas de vocês devem lembrar que a Sandy não deu a menor bola para essa regra foi lá e sambou na cara da etiqueta usando os dois véus ao mesmo tempo.

Não faria isso e não recomendo. Mas se você quer muito usar os dois véus, use o tradicional da igreja e durante a festa use o voilette.

No mais… Sejamos todas noivas felizes e realizadas.

12 comentários

    1. Nesse caso não, pois os dois são tipos de véu e o uso de um exclui o outro. Nada impede de vc usar um véu tradicional na igreja e durante a festa substituí-lo pelo voilette, mas os dois realmente não pode.
      Tem o famoso caso da Sandy que usou os dois ao mesmo tempo, mas definitivamente não pode.

      1. ahhhh, muito obrigada, Lyana! Vc me deu a solução! Eu quero muito usar o voilette, mas fico pensando que a chance usar um véu é único neh?! Daí já estava entrando em parafuso! rsrsrs agora tá resolvido! Mas no caso da Sandy, vc aprovou?

        1. Eu acho a Sandy toda lindinha, perfeitinha. O vestido sem dúvida era lindíssimo, mas o visual como um todo não ficou legal. E o melhor seria optar por um dos véus e no caso na produção de noiva dela, o voilette estava mais bonito.

  1. Eu pretendo fazer como a Sandy: acho o voilette vintage e romântico e não abro mão da mantilha para poder entrar a igreja… se de fato não pudesse ou fosse contra a etiqueta, pricesas e judias não se casariam com o véu cobrindo o rosto…
    Mesmo que eu tire a mantilha rapidinho… vou de voilette! hahha

    1. Marcela explicando melhor sobre a etiqueta e a regra do voilette, de fato ele não pode ser usado ao mesmo tempo com outros véus.
      Voilette é uma palavra francesa que significa pequeno véu e é uma espécie de véu, como a mantilha.
      Princesas e judias seguem tradições e rituais, por isso cobrem o rosto com o véu. Tradições muito antigas que remontam aos gregos ou a matriarca Rebecca (para os judeus).
      Seja um véu comum ou um voilette, jamais vi uma princesa ou uma judia fazendo uso do voilette com outro véu, porque além de seguir tradições, elas costumam seguir a etiqueta da ocasião.
      Sobre vc usar a mantilha e o voilette acho que vc deve fazer o que tem vontade, pois é um dia só seu. Como a Sandy que preferiu seguir o desejo dela e não uma regra de vestimenta.
      Cabe a mim informar e no caso não recomendo que se use dois véus ao mesmo tempo.
      Tudo de bom pra vc e no seu casamento.

Fechado para novos comentários.