5 Dicas para reduzir os custos na Lua de Mel em Nova York

Hello Noivinhas de Evasê!!!

O dólar tá daquele jeito e todos os dias tem uma novidade (ruim) encarecendo o sonho de quem deseja passar a Lua de Mel fora do País, mais precisamente em Nova York que é um destino fabuloso e super romântico. Mas não se preocupem. Chamei a Laura Peruchi, que já foi Noivinha de Evasê e teve chá temático e casamento publicado no blog, que mora em Nova York e tem um blog maravilhoso que fala sobre moda, maquiagem e sobre a Big Apple que ela conhece mais do que ninguém pois mora lá. Então com vocês a Laura e 5 Dicas para reduzir os custos na Lua de Mel em Nova York.

Oi pessoal, tudo bem? Meu nome é Laura Peruchi, eu sou jornalista, moro em Nova York e escrevo um blog (www.lauraperuchi.com) com várias dicas sobre a cidade: lugares para visitar, onde comer, onde comprar… enfim! Meu objetivo principal é mostrar uma Nova York nada óbvia e, além disso, também escrevo bastante sobre como economizar na cidade. Por isso, quando a Lyanna me convidou para colaborar com um post falando sobre como reduzir os custos da lua de mel em Nova York, eu topei na hora! Portanto, vamos tirar da cabeça a ideia de que viajar pra cá é caro – sabendo fazer as escolhas certas e conhecendo algumas dicas e segredos, dá pra aproveitar a cidade sem gastar fortunas!

1- Reveja a hospedagem – é o item que mais encarece a estadia na cidade. As diárias nos hoteis de Manhattan já são caras por si só – mas, com a alta do dólar, os preços acabaram ficando mais salgados ainda. Se você quiser ficar na ilha mesmo assim, opte por um hotel como o Row. Ele foi reformado recentemente – seus quartos não são enormes, mas ele ganha pontos pela localização (próximo à Times, local preferido de muitos turistas). Caso esteja aberta para novas possibilidades, é bacana seguir o que muitos turistas vêm fazendo: procurar hoteis fora de Manhattan. Neste quesito, Long Island City, bairro tranquilo e seguro no Queens, tem sido o destino preferido de muita gente. Um dos hoteis com bom custo-benefício da área é o Home2 suites by Hilton. Café da manhã, quartos com cozinha e a pouquíssimos metros da estação de metrô (cerca de 10 a 15 minutos da Times Square).

foto 3

2- Restaurantes bons não precisam ser caros – É óbvio que jantar ou almoçar num restaurante legal deixa a lua de mel mais especial e Nova York é uma cidade tão rica em gastronomia! Há restaurantes com praticamente todas as cozinhas do mundo. Mas, lembre-se: um bom restaurante não precisa ser caro! E nem sempre o lugar mais caro é o melhor lugar. Quer comer uma comida italiana deliciosa? Vá ao Porsena (21 E 7th St): o local é bem aconchegante, com música ambiente e muita luz de velas. Os preços das massas giram em torno de U$20, as sobremesas ficam na média de U$8. Que tal um restaurante francês? Vá ao La Tarte Flambée (153 E 33rd St) provar as Tartes Flambées, um prato típico da região de Alsácia, França, que consiste basicamente em uma massa fina coberta com vários tipos de ingredientes, flambada. É muito gostoso, como uma pizza mais leve, preço médio de U$11. E que tal um mexicano mais animadinho, para um fim de tarde gostoso? Escolha o Tortaria (94 University Pl.): tem uma pegada de bar, com música, pouca luz e muita gente jovem. O melhor de tudo é o preço: burritos por U$7, quesadillas por U$6, sanduíches por U$8. Dá pra comprar só uns nachos pra comer com o guacamole divino e beber uns drinks. Sem dúvida, um ótimo lugar para terminar um dia em New York sem gastar muito.
E York tem muito mais restaurantes! Uma boa ideia para construir seu roteiro é usar aplicativos como Yelp e Foursquare – eles classificam os restaurantes pelas notas dos usuários e o Yelp mostra até o menu com preços de alguns deles.

3- Aproveite os programas gratuitos – engana-se quem pensa que em Nova York é preciso desembolsar a maior grana para poder usufruir das atrações da cidade. Você sabia que há muitas atrações gratuitas? Parques como o Central Park são uma das opções: seja para gastar mais tempo durante a primavera/verão ou para uma caminhada mais rápida nos dias de frio, esses locais ajudam a fugir um pouco da “loucura da cidade”. Os museus como Metropolitan e Museum of Natural History têm entradas sugeridas: você paga o que quiser pelo ingresso. Quer ver a Estátua da Liberdade sem gastar nada? Pegue uma carona com o Ferry, que faz o trajeto entre Manhattan e a State Island: o caminho garante uma vista para a Lady Liberty e para o skyline de Manhattan. Além disso, informe-se sobre os dias com entrada gratuita de outras atrações. O Brooklyn Botanical Garden, por exemplo, é grátis aos sábados, das 10h às 12 e às terças, o dia todo.

lua de mel em nova york

4- Seja criativa – o improviso sempre ajuda na hora de economizar e aproveitar a cidade. Troque um jantar caro por um piquenique no Central Park, com quitutes comprados no mercado. Atravesse a Brooklyn Bridge e vá observar a vista da cidade do lado do Brooklyn Bridge Park. Observe as cores do pôr do sol do Gantry Plaza State Park, em Long Island City. Se vier durante a primavera/verão, sinta-se num filme ao passear pelo parque de diversões em Coney Island (Brooklyn), enquanto toma um sorvete. Ainda durante a temporada mais quente, suba num rooftop no fim do dia – o 230 Fifth tem uma vista maravilhosa para o Empire State e, lá em cima, você só paga o que consumir. Todos esses são programas gratuitos e românticos que não vão te custar quase nada (só o passe do metrô mesmo!). Viva cada momento: respire, observe, contemple. Esta cidade tem uma surpresa a cada esquina.

foto 2

5- Saiba aproveitar os descontos – eu sempre digo que uma viagem para Nova York depende de organização e pesquisa. Como falei no início do post, é preciso conhecer alguns segredos e dicas. Os espetáculos da Broadway, por exemplo, oferecem várias opções para você comprar ingressos com descontos. O site Broadway for Broke People (broadwayforbrokepeople.com) lista as peças e musicais em cartaz e a melhor forma de conseguir ingressos mais baratos. Você sabia, por exemplo,que há loteria online para The Lion King, Wicked e Aladdin? Pois é, basta se cadastrar online e torcer: lottery.broadwaydirect.com . Outra dica para encontrar ingressos para atrações com descontos é conferir o site Gold Star (www.goldstar.com) – uma espécie de Groupon. Há ingressos para exposições, shows e espetáculos com descontos bem especiais.

foto 4

Espero que tenham gostado das dicas e, se quiserem conferir mais sobre a cidade, atrações, restaurantes – e até umas comprinhas, porque ninguém é de ferro, né? – é só acessar o meu blog www.lauraperuchi.com e meu canal www.youtube.com/c/lauraperuchiny

13059636_1056313301113054_1043699109_n

Laura muitíssimo obrigada por sua colaboração. Amei todas as dicas e tenho certeza que todas as leitoras também, pois suas dicas foram fantásticas. Não vejo a hora de colocá-las em prática!!!

Deixe seu comentário

4 comentários

    1. E é!!! Quando conheci NYC eu já namorava o meu marido, mas ele não pode ir e é um sonho retornar a big apple com ele <3